-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Intercâmbio nos Estado Unidos

Intercâmbio nos Estado Unidos. Clique Aqui.

:: Últimas matérias desta coluna
Livre como o pássaro em meu armário ( 10/05/2015 - Jorge Azevedo )

A liberdade de ser livre como os pássaros, como as borboletas...

 
Vida, dignidade e esperança ( 10/05/2015 - Luisa Lessa )

Seu moço, eu já fui bom nisso, Fazia com perfeição, Nunca media esforços, Nem escolhia situação, Queria vencer a batalha, Queria ser campeão.

 
Paixão ou Amor ( 07/05/2015 - Carla Elisio )

A paixão é idealizada em delírios e sensações... O amor é concretizado na realidade das emoções...

 
A brisa e eu ( 07/05/2015 - Luisa Lessa )

A brisa varre o tempo passado, Apaga lembranças de cada lado, A brisa desbota retratos, A brisa leva pra longe os incautos...

 
Um pouco de poesia ( 06/05/2015 - Elisabeth Camilo )

E sob a chuva forte, ouvi a pergunta que me despertou para a realidade: quer levar um pouco de poesia para casa, senhorita?

 
Só crianças choram ( 06/05/2015 - Osvaldo Heinze )

Sonhos, desejos, fantasias, enfim, o impalpável é tão surpreendente e etéreo que parece incapturável. Entretanto a literatura leva isto tudo de um indivíduo para outro através de uma ponte de palavras e o imaterial tem mais poder que a realidade...

 
Miragem/Imagem ( 29/04/2015 - Cláudia Banegas )

Poesia da escritora Cláudia Banegas.

 
Bobo da corte ( 26/04/2015 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Balas perdidas de açúcares ( 01/04/2015 - Osvaldo Heinze )

Sonhos, desejos, fantasias, enfim, o impalpável é tão surpreendente e etéreo que parece incapturável. Entretanto a literatura leva isto tudo de um indivíduo para outro através de uma ponte de palavras e o imaterial tem mais poder que a realidade...

 
Crepúsculo ( 25/03/2015 - Jorge Azevedo )

É quase noite, já nem é tarde, hora de paz, hora que as guerras param para o homem orar uma prece com as mãos voltadas para Maria.

 
Um amor de Borboleta ( 25/03/2015 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Uma banana para eliminar a fome ( 19/03/2015 - Jorge Azevedo )

Não precisamos de muito para tirar do mundo, necessidades. Com pouco de cada um, se torna muito.

 
É Fevereiro, É Verão, É Carnaval ( 14/03/2015 - Magali Cunha )

Maravilhosos meses de fevereiro repassam pela minha memória. Tantos foram,quantos virão???

 
AIGOLONCET (fim da humanidade) ( 14/03/2015 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Dias sem poesia ( 14/03/2015 - Jorge Azevedo )

Nem todos os dias são iguais a todos os dias.

 
Dia nublado ( 14/03/2015 - Osvaldo Heinze )

Sonhos, desejos, fantasias, enfim, o impalpável é tão surpreendente e etéreo que parece incapturável. Entretanto a literatura leva isto tudo de um indivíduo para outro através de uma ponte de palavras e o imaterial tem mais poder que a realidade...

 
Com a pulga atrás da orelha ( 14/03/2015 - Osvaldo Heinze )

As letras tem o poder de fazer transcender quem as usa e de uma maneira única para cada ser. Então graças a elas um mundo se forma dentro da mente criadora e fantásticas imagens tomam vida. Pronto! Nova viagem inicia, fazendo esta dimensão ficar esqu

 
Morte à segunda ( 14/03/2015 - Osvaldo Heinze )

Sonhos, desejos, fantasias, enfim, o impalpável é tão surpreendente e etéreo que parece incapturável. Entretanto a literatura leva isto tudo de um indivíduo para outro através de uma ponte de palavras e o imaterial tem mais poder que a realidade...

 
O que fizeram de minha vida? ( 14/03/2015 - Jorge Azevedo )

Trajetória das crianças largadas pelas ruas de Recife, vagando às margens do rio Capibaribe.

 
Desejo de absoluto ( 07/03/2015 - Mauro Moura )

nesse sem fim de infinitos

 
Paz no adeus ( 20/02/2015 - Luisa Lessa )

Tenho um mundo inteiro de Paz, Sem guerra, fome, tudo de bom que na alma jaz, Para dias intensos, felizes, Sem cometer deslizes, Fé nos entes poderosos...

 
Pensar ( 13/02/2015 - Luciano Andrade )

Pensaria no desvario de amar

 
O que me falta ( 25/01/2015 - Luciano Andrade )

Onde está o sentimento? Onde está a imensidão de um beijar?

 
Os enganadores na natureza ( 20/01/2015 - Jorge Azevedo )

Para colher arroz em terras secas, os chineses enganavam o arrozal fingindo criar pântano onde não havia água.

 
Encontrando comigo numa rua de Londres do Século XIX ( 18/01/2015 - Jorge Azevedo )

Como se fosse uma regressão, voltei à Londres do século XIX para me encontrar comigo

 
1 2 3 4 5 Próxima