-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Intercâmbio nos Estado Unidos

Intercâmbio nos Estado Unidos. Clique Aqui.

:: Últimas matérias desta coluna
É Fevereiro, É Verão, É Carnaval ( 14/03/2015 - Magali Cunha )

Maravilhosos meses de fevereiro repassam pela minha memória. Tantos foram,quantos virão???

 
AIGOLONCET (fim da humanidade) ( 14/03/2015 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Dias sem poesia ( 14/03/2015 - Jorge Azevedo )

Nem todos os dias são iguais a todos os dias.

 
Dia nublado ( 14/03/2015 - Osvaldo Heinze )

Sonhos, desejos, fantasias, enfim, o impalpável é tão surpreendente e etéreo que parece incapturável. Entretanto a literatura leva isto tudo de um indivíduo para outro através de uma ponte de palavras e o imaterial tem mais poder que a realidade...

 
Com a pulga atrás da orelha ( 14/03/2015 - Osvaldo Heinze )

As letras tem o poder de fazer transcender quem as usa e de uma maneira única para cada ser. Então graças a elas um mundo se forma dentro da mente criadora e fantásticas imagens tomam vida. Pronto! Nova viagem inicia, fazendo esta dimensão ficar esqu

 
Morte à segunda ( 14/03/2015 - Osvaldo Heinze )

Sonhos, desejos, fantasias, enfim, o impalpável é tão surpreendente e etéreo que parece incapturável. Entretanto a literatura leva isto tudo de um indivíduo para outro através de uma ponte de palavras e o imaterial tem mais poder que a realidade...

 
O que fizeram de minha vida? ( 14/03/2015 - Jorge Azevedo )

Trajetória das crianças largadas pelas ruas de Recife, vagando às margens do rio Capibaribe.

 
Pensar ( 13/02/2015 - Luciano Andrade )

Pensaria no desvario de amar

 
O que me falta ( 25/01/2015 - Luciano Andrade )

Onde está o sentimento? Onde está a imensidão de um beijar?

 
Celular caiu no mar ( 15/01/2015 - Luisa Lessa )

Olha o teu celular, vai lá, Veja a caixa postal, Um recado nada mal, Para você esquecer meu nome

 
Sossobra calor ( 03/01/2015 - Mauro Moura )

Tanto sol, tão pouco vento

 
Ah se eu pudesse Explicar Se você me Compreendesse ( 28/12/2014 - Carla Elisio )

Quem sabe um dia eu possa conversar contigo como dois Adultos... Mas sem perdermos a essência da Criança que habita em nós...

 
A solidão mais doída do mundo ( 27/12/2014 - Elisabeth Camilo )

Eu acreditava que a solidão mais triste do mundo era a de uma casa no alto do morro em Ouro Preto, mas isso mudou

 
Quando o sapato não cabe ( 23/12/2014 - Gizelle Saraiva )

A culpa não é de alguém

 
Enigma Feminino ( 22/12/2014 - Cláudia Banegas )

Poesia escrita por Cláudia Banegas.

 
Chuva com Café ( 20/12/2014 - Mauro Moura )

Molha-se o chapéu, encharca-se a camisa.

 
Somente Para Crianças ( 16/12/2014 - Magali Cunha )

Sob ela presentes- brinquedos, todos meus. Eu era criança.

 
O voo ( 10/12/2014 - Osvaldo Heinze )

As letras tem o poder de fazer transcender quem as usa e de uma maneira única para cada ser. Então graças a elas um mundo se forma dentro da mente criadora e fantásticas imagens tomam vida. Pronto! Nova viagem inicia, fazendo esta dimensão ficar esqu

 
Silêncio partido ( 08/12/2014 - Mauro Moura )

E com o teu sopro leva-me ao amanhecer.

 
Deitastes tu comigo ( 08/12/2014 - Mauro Moura )

O teu carinho que nunca deixas-me sozinho

 
Aquele abraço ( 29/11/2014 - Mauro Moura )

Um abraço ao meu Anjo também.

 
O inferno é aqui ( 26/11/2014 - Osvaldo Heinze )

Falam que é bobagem essa tal de poesia, tola ilusão, nada a ver, mas... Se ela acabasse o que restaria da vida, o que seria de nós que somos justamente nutridos dessas energias do amar e sonhar? Ainda bem que somos imortais, nós e a poesia...

 
A porta ( 23/11/2014 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Temporal ( 22/11/2014 - Mauro Moura )

Ficava o Anjo a espreitar tudo bem lá do alto, em refúgio do temporal.

 
Baús de Marfim ( 18/11/2014 - Cláudia Banegas )

Indriso - modalidade poética derivada do soneto, criada pelo escritor espanhol Isidro Iturat em Madrid, no ano de 2001.

 
1 2 3 4 5 Próxima