-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
:: Últimas matérias desta coluna
Tudo em Breve. Ou tem Outro? ( 28/07/2014 - Roque Weschenfelder )

Conto classificado no Concurso Prosa na Estrada, do IEL-RS. Tudo começou há um minuto. Precisava decidir se iria ou não. Impossível perder segundos demais. Ela propôs o encontro no meio do caminho, 600 quilômetros para cada, de ônibus. Chegada de

 
Saudade de San Francisco ( 26/07/2014 - Jorge Azevedo )

O avião ainda está pista, pessoas ainda descem, umas vindo, outras voltando e minha vontade é retornar para rever minha namorada deixada em San Francisco.

 
Despertar ( 23/07/2014 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Voce em meu poema ( 20/07/2014 - Jorge Azevedo )

Voce não me deixa compor um poema que não seja para voce.

 
Vasto mundo há em mim ( 20/07/2014 - Luciano Andrade )

Vasto mundo há em mim Vários caminhos a descobrir

 
Desabafando com o tempo ( 17/07/2014 - Jorge Azevedo )

E o tempo me deixou abandonado, escravizado a receitas e manias.

 
Uma dor que dói sem eu definir ( 16/07/2014 - Jorge Azevedo )

E a dor que voce deixou foi tamanha que nem sei onde a dor está a doer.

 
Roseira sem rosa ( 16/07/2014 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Sem ti, meu corpo morre ( 14/07/2014 - Jorge Azevedo )

Oh, amargo fel este que de minha boca escorre avilta-me a agonia de um amor moribundo enquanto largo pelos lagos desse mundo meu corpo triste, que sem teu corpo, morre.

 
Recordações ( 14/07/2014 - Magali Cunha )

Momentos que nos acompanharão para sempre na memória.

 
Ressaca ( 10/07/2014 - Jorge Azevedo )

Eu sentado na mesa do bar querendo tomar uma caipirinha e o garço me servindo litros e mais litros de cerveja.

 
Sou? ( 09/07/2014 - Osvaldo Heinze )

As letras tem o poder de fazer transcender quem as usa e de uma maneira única para cada ser. Então graças a elas um mundo se forma dentro da mente criadora e fantásticas imagens tomam vida. Pronto! Nova viagem inicia, fazendo esta dimensão ficar esqu

 
O que quero e não encontro ( 07/07/2014 - Jorge Azevedo )

Buscamos o que não temos e quando não encontramos não temos tempo para esperar.

 
Tua boca ( 06/07/2014 - Luciano Andrade )

Tua boca dá-me uma bruta saudade.

 
Meu pensamento neste exato momento ( 04/07/2014 - Jorge Azevedo )

Vai pensamento, vai e leva para alguém o que estou pensando agora.

 
Partiria amanhã ( 30/06/2014 - Mauro Moura )

Partiria daqui amanhã, sim, em busca de mim mesmo.

 
Saindo por aí sem compromisso ( 29/06/2014 - Jorge Azevedo )

Experimentando as expericencias de uma vida cigana e arteira, vou sair por aí.

 
Todo teu corpo e tua alma inteira ( 27/06/2014 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Lembranças boas ( 27/06/2014 - Luiz Martins )

Adelino foi um anjo que me mostrou a importância de ter lembranças e sentir saudades

 
Uma tarde no sertão ( 25/06/2014 - Jorge Azevedo )

Numa tarde ensolarada em pleno sertão, havia somente o banco de madeira, a esteira no chão, a madona na rede e um violão, de repente...

 
Eu, personagem da canção “Hotel Califórnia” ( 23/06/2014 - Jorge Azevedo )

Enquanto ouvia a canção me transportei para dentro dela.

 
A tag do aprendizado ( 21/06/2014 - Lecy Pereira )

O ensino virtual está na sua infância, pelo menos no Brasil, que foi impedido de se atualizar tecnologicamente no período dos generais. Muito há que se evoluir no sentido de oferecer conteúdo de qualidade para as pessoas.

 
Espelho de vidro ( 21/06/2014 - Luisa Lessa )

Tu és o engano O sonho perdido O coração iludido O pranto dolorido Tu és o engano O sonho perdido O coração iludido Tu és espelho de vidro...

 
Jovem Ainda Que Velho ( 15/06/2014 - Magali Cunha )

Nosso corpo é apenas a vestimenta para um espírito sempre jovem.

 
Os teus desejos ( 13/06/2014 - Jorge Azevedo )

E voce olhando para mim disse "faça um poema agora, com a palavra desejo". Como? Se não fosse possível fazer nascer de mim um poema sem inspiração? A inspiração brota em meu ser, parece água jorrando de uma nascente e o poema nasceu.

 
1 2 3 4 5 Próxima
 

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo