-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Intercâmbio nos Estado Unidos

Intercâmbio nos Estado Unidos. Clique Aqui.

:: Últimas matérias desta coluna
Deus, a criança e um pirulito ( 03/01/2017 - Jorge Azevedo )

Vamos clamar um pouco a presença de Deus em nossas vidas? E nossas vidas se tornarão adocicadas como um pirulito, na boca de uma criança.

 
O que representa quando digo ( 01/01/2017 - Jorge Azevedo )

Eu te amo e não te amo por ser mulher, ou homem, te amo mesmo sem ser meu irmão, ou irmã...

 
Seu corpo, meu universo ( 23/12/2016 - Jorge Azevedo )

Somos os caminhos dos nossos corpos, nos amamos, somos os caminhos dos nossos corpos.

 
Onde... Onde... ( 23/12/2016 - Osvaldo Heinze )

...esses teus olhos que comem palavra após palavra, e que mesmo quando te distrais volta atrás para não perder uma só letra. E assim vais te alimentando de escritos, fazendo o real e o ilusório parte integral de ti. Então descobres mais vida.

 
Renascer ( 23/12/2016 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Por um tempo sem tempo ( 23/12/2016 - Osvaldo Heinze )

Sonhos, desejos, fantasias, enfim, o impalpável é tão surpreendente e etéreo que parece incapturável. Entretanto a literatura leva isto tudo de um indivíduo para outro através de uma ponte de palavras e o imaterial tem mais poder que a realidade...

 
No mundo de papelão ( 13/12/2016 - Jorge Azevedo )

O dia a dia na vida de quem vive fazendo dos papelões, casas e camas.

 
Humanidade há, na humanidade? ( 12/12/2016 - Jorge Azevedo )

Uma palavra, uma realidade, ou um sentimento?

 
A loucura é morte ou a morte é um sonho ( 04/12/2016 - Jorge Azevedo )

Reflexão de vida e morte... O que é vida, o que é morte, o que é loucura?

 
O silencio de um povo em festa ( 29/11/2016 - Jorge Azevedo )

E as luzes de chegada estavam logo ali, adiante e a escuridão da mata chegou antes através dos pequenos quadrados de luzes que se apagaram.

 
Virtudes que faltam em mim ( 27/11/2016 - Jorge Azevedo )

Ainda bem que eu não sou... Crítico e polêmico.

 
Escrever é como escalar o infinito... ( 26/11/2016 - Fabiana Barros )

Palavras: alimentos da alma

 
Eu aprendo e ensino brincando ( 26/11/2016 - Fabiana Barros )

A ludicidade ensina com liberdade e desperta os sentidos do aprendiz...

 
As duas facas de cozinha ( 23/11/2016 - Jorge Azevedo )

Como explicar que do outro lado do mundo algo seja vendido mais barato do que é produzido logo ali, em nosso quintal?

 
Para dizer que falei das flores ( 23/11/2016 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Olho do espaço ( 23/11/2016 - Osvaldo Heinze )

As letras tem o poder de fazer transcender quem as usa e de uma maneira única para cada ser. Então graças a elas um mundo se forma dentro da mente criadora e fantásticas imagens tomam vida. Pronto! Nova viagem inicia, fazendo esta dimensão ficar esqu

 
O fim do mundo ( 23/11/2016 - Osvaldo Heinze )

Sonhos, desejos, fantasias, enfim, o impalpável é tão surpreendente e etéreo que parece incapturável. Entretanto a literatura leva isto tudo de um indivíduo para outro através de uma ponte de palavras e o imaterial tem mais poder que a realidade...

 
O homem, a seca e a chuva ( 19/11/2016 - Jorge Azevedo )

E ele viu a morte levar sua Maria e sua caçula perambula pela praça em troca de moedas que lhe atenua a fome...

 
Até um dia, minha mãe... ( 14/11/2016 - Jorge Azevedo )

A morte chega e leva quem amamos.Mesmo sabendo que é o destino de todos, a saudade fica e machuca.

 
Eu quero ser racional como os animais irracionais ( 08/11/2016 - Jorge Azevedo )

Nós somos racionais e deveríamos nos inspirar neles, nos animais irracionais.

 
E se formos todos, zumbis? ( 04/11/2016 - Jorge Azevedo )

Podemos encarar a morte como vida e se na verdade a vida não passar da nossa morte? Seremos então zumbis de nós?

 
Pedrinho e o raio de Sol ( 31/10/2016 - Jorge Azevedo )

Será que era Deus o bom velhinho tomador de conta dos raios de Sol?

 
Se eu visse Deus... ( 13/10/2016 - Osvaldo Heinze )

As letras tem o poder de fazer transcender quem as usa e de uma maneira única para cada ser. Então graças a elas um mundo se forma dentro da mente criadora e fantásticas imagens tomam vida. Pronto! Nova viagem inicia, fazendo esta dimensão ficar esqu

 
Saudade dos cantares ( 13/10/2016 - Osvaldo Heinze )

e porque eu estava cansado destas bandas me pus a ler me esquecendo daqui e tanto, que me perdi dentro da história. Por incrível que possa parecer ao fechar o livro fiquei preso lá dentro e aqui somente meu corpo continuou na mesmice desta realidade.

 
Quando vejo teu sorriso ( 13/10/2016 - Osvaldo Heinze )

Sonhos, desejos, fantasias, enfim, o impalpável é tão surpreendente e etéreo que parece incapturável. Entretanto a literatura leva isto tudo de um indivíduo para outro através de uma ponte de palavras e o imaterial tem mais poder que a realidade...

 
Anterior 1 2 3 4 5 6 7 Próxima
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo