-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 
Rubens Souza
Enviar uma mensagem para este colunista
Nome:
O campo nome é obrigatório.
E-mail:
Seu e-mail parece incoSeu e-mail parece incorreto.
Mensagem:
Digite uma mensagem.Excede o número máximo de caracteres.
fonte
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Rubens Souza

Rubens Rodrigues de Souza

É paranaense de Ibaiti, cidade onde nasceu e viveu até aos 15 anos. Mudou-se para Curitiba em 1.975 onde continuou os estudos e deu continuidade a um hábito que o acompanharia por toda a vida: a leitura.

Nessa época,também,inicia-se sua carreira literária. O primeiro poema nasceu ainda em sala de aula o que lhe valeu também o seu primeiro premio.

Seu primeiro emprego,ainda na cidade de Ibaiti, foi de recepcionista de um hotel, cujos donos lhe são de saudosa memória.

Sua evolução literária esta assim compreendida:

Em 1.997 foi colunista de um jornal comunitário em Garuva – Sc

Em 2.004 foi homenageado pelo conselho regional de psicologia do paraná, tendo dois poemas publicados na revista desse órgão ( edição 126 e 127 ).

Em 2.005 volta a ter um poema publicado pelo conselho regional de psicologia

( edição 132 ).

Ainda em 2.004 participou como palestrante do VII encontro nacional de poetas e escritores, academia de letras das capitais e poetas do mercosul. O evento aconteceu nos dias 14, 15, e 16 de março na Secretaria de estado da cultura em Curitiba.

Em 2.005 em ocasião alusiva à magistratura, o poeta discursou à acadêmicos de direito da Uniandrade, onde também, recitou um poema em homenagem aos mesmos.

Venceu por duas vezes concurso nacional de contos e poesias sendo:

A história de Jorjão e Zéfa Grandona – melhor conto.

Dois mundos – melhor poesia.

O encontro dos anjos – melhor conto

Fel com mel...o chá da vida – melhor poesia

Ainda em 2.005 escreveu, dirigiu e apresentou uma peça teatral.

A peça denominada “ Maria mãe” destacou-se por seus efeitos visuais e textos de grande impacto emotivo. Duas apresentações foram feitas com grande aceitação de público nas cidades de Curitiba ( teatro Antonio Carlos Kraide) e Lapa ( histórico teatro municipal).

O poeta também, escreveu vários poemas a pedido de amigos. Poemas que reconciliaram casais, reatou amizades, poemas de bodas de ouro, de aniversário de 15 anos, de conforto para momentos difíceis e nas comemorações de 50 anos de uma grande empresa de transporte.

Participou também, de vários eventos culturais em todo Brasil.

Hoje o poeta responde pela coluna “crônicas e poesias”no site Gosto de Ler.

Gênios da Poesia

É impressionante folhar livretos por aí e lá encontrar poesias cujo teor poético é de altíssima qualidade. A poesia em sí mudou, bem como a maneira de ver o mundo de seus autores. Os colunistas do gostodeler tambem demonstraram uma ligeira evolução na sua percepção de mundo e, com isso, nota-se em seus escritos que existe uma preocupação com a qualidade, fato que não era tão tangível há alguns anos. Eu sempre digo que: O que diferencia uma nota jornalística de um poema é exatamente o teor poético dado com maestria pelo seu autor. É muito bom estar no meio de gente extremamente competente como é o caso dos colunistas do gostodeler.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

:: Últimas matérias deste colunista

Felicidade ( 03/01/2012 )
Razões ( 08/12/2011 )
Doce mistério ( 16/11/2011 )
Por uma lágrima ( 27/10/2011 )
Poema sem fim ( 26/10/2011 )
Um caminho que se apaga ( 17/10/2011 )
O olfato do Beija-flor ( 14/10/2011 )
O passado ( 23/08/2011 )
Meu nome é mistério ( 23/08/2011 )
Hoje... ( 09/08/2011 )
Mentes que falam ( 09/08/2011 )
Conceitos do coração ( 04/08/2011 )
Conceitos da mente ( 03/08/2011 )
Réplicas ( 03/08/2011 )
Somos seres insanos ( 26/12/2009 )
A poesia do natal, segundo os excluídos. ( 09/12/2009 )
O valor de um beijo ( 20/11/2009 )
Quando a mulher se cala ( 05/11/2009 )
Amor impossível ( 27/10/2009 )
Eu e você ( 17/10/2009 )
O senhor dos sonhos ( 06/10/2009 )
A senhora do tempo II - O desfecho. ( 22/09/2009 )
Um hino ao amor ( 10/09/2009 )
Ninguém é de ninguém ( 10/09/2009 )
Mãos de poeta ( 28/08/2009 )
 
 
1 2 3 4 5 Próxima
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo