-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Jovens
 
Fabiana Cruz

[ Fabiana Cruz ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Em busca dos sonhos que nunca deixaram de existir em sua vida: desenvolver todos os projetos profissionais ligado à cultura

 

Gravidez na Adolescência

Devido a essa sociedade mascarada que insiste ainda em dizer que não existe o machismo, muitas garotas pela forma que foram educadas pelos pais, não conseguem dizer não ao namorado, cedendo a pressão sem está preparada para o envolvimento mais profundo no relacionamento (relação sexual), e sem um planejamento responsável é que leva muitas vezes a uma inesperada gravidez.

A iniciação precoce de adolescentes na vida sexual ocorre a cada dia que passa em nível cada vez mais elevado, sendo bastante comum, a gravidez na adolescência.A gravidez inesperada acarreta aos jovens, problemas emocionais por não estarem preparados psicologicamente. Vemos muitas mães solteiras e o auto índice de abortos e abandono de crianças no Brasil.

Muitos rapazes não assumem o compromisso e abandonam as moças grávidas e muitas acabam entrando em depressão por acharem que a gravidez significa o fim de sua vida, sonhos e de liberdade, a parte daí, deixam seus estudos e projetos de futuro. A gravidez na adolescência torna-se um grande problema social.

Uma pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde indica que o índice de partos feitos nas redes públicas de hospitais diminuiu 30,6% nesses últimos dez anos entre os anos de 1999 a 2009, consecutivamente a queda da gravidez na adolescência deve-se ao governo com a utilização de políticas públicas de prevenção e orientação sexual. É o correto e obrigação do governo fazer esse trabalho com os jovens brasileiros, mas é preciso ainda que se faça muito mais.

Analisando bem, será que essa pesquisa está realmente certa? O índice de gravidez na adolescência realmente diminui no Brasil?

Essa pesquisa foi feita com os números de partos que são registrados nos hospitais públicos do Brasil e se esqueceram de contar à gravidez que são interrompidas no meio da gestação, constantemente são encontrados fetos de seis, sete e até oito meses mortos jogados em lixeiras e também sem contar com os números de nascimentos de crianças que muitas vezes não são feitos nos hospitais em cidades do interior, onde muita menina ainda tem seus filhos da maneira antiga em casa com o auxílio de parteiras. Então não pode ser divulgado em mídia nacional assim dessa forma como se o programa do governo está obtendo um grande resultado na diminuição da gravidez na adolescência e que esse problema social está sendo resolvido. É preciso que haja e vamos prestar bastante atenção a isso!  

O mais importante e não pode esquecer que esse problema para ser solucionado é necessário a atenção dos pais na educação familiar, haver o diálogo entre país e filhos. Os responsáveis devem expor abertamente ao adolescente sem nenhuma censura e constrangimento ao conversar sobre o sexo, na sua prevenção no caso de uma gravidez e suas consequências e também na forma de evitar o contágio de doenças sexualmente transmissíveis. Será também de grande valor se o assunto for bastante reforçado, sendo usado pelos professores nas escolas como conteúdo pedagógico servindo como fonte de mais orientação e esclarecimento com os adolescentes.

O Ministério da Saúde deve divulgar o número de aborto que está ocorrendo no país!





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: A linguagem do caipira brasileiro ( Jovens - Carlo Dionei )

:: Perseguindo suas metas pessoais ( Jovens - Carlo Dionei )

:: Mantendo os pratos em movimento... ( Jovens - Carlo Dionei )

:: Educação financeira para crianças ( Jovens - Ana Paula Lisboa )

:: Amigos de verdade ( Jovens - Carlo Dionei )

:: Escolhas e renuncias na juventude ( Jovens - Julio de Azevedo )

:: A evolução do conhecimento na linha do tempo ( Jovens - Carlo Dionei )

:: Em busca do Super-Homem ( Jovens - Igor Matos )

:: A desculpa da tradição e a praxe em Coimbra ( Jovens - Patrícia Cozer )

:: Intercâmbio forçado ( Jovens - Ana Paula Lisboa )

:: Cursos de gastronomia ganham popularidade entre os jovens ( Jovens - Ana Paula Lisboa )

:: Julgando os erros alheios... ( Jovens - Carlo Dionei )

:: Experiências longe de casa ( Jovens - Patrícia Cozer )

:: Drogas ( Jovens - Abilio Machado )

:: Conduta induzida ( Jovens - Carlo Dionei )

:: Palavra ao pé de orelha aos meninos adolescentes ( Jovens - Abilio Machado )

:: Mentoring e a formação da próxima geração ( Jovens - Ivan Postigo )

:: Construir pontes entre alunos e professores ( Jovens - Cíntia Vilani )

:: L, o tipo que continua mau ( Jovens - Mauro Moura )

:: O primeiro milhão ( Jovens - Ivan Postigo )
 
 

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo