-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em História e Literatura
 
Yta de Castro

[ Yta de Castro ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Estudante de Comunicação Social - Jornalismo na Faculdade Integrada do Ceará em Fortaleza

 

A sociedade contemporânea

A evolução do homem caminha junto às invenções de meios cada vez mais eficientes para a difusão da informação. Meios como a linguagem gestual, tátil, hormonal e idiomática; monumentos, desenhos, objetos e sinais. Quando a escrita surgiu, alguns filósofos proferiam que a escrita narrava a idéia e a memória. A escrita é fruto da contabilidade; possui-se registro de que os impérios mais sólidos tinham a escrita como ferramenta, pois com ela poderia tudo se anotar além de comunicar a todos de algo de uma só vez.

Durante a Europa Medieval a escrita estava restrita à classe sacerdotal. Com a expansão do mundo civilizado devido a Revolução Comercial surge a tipografia: a escrita entra na Era Industrial. O livro impresso fez nascer um indivíduo crítico – “era o movimento de expansão educacional ampliando consideravelmente a faixa de alfabetizados e letrados…”

Desse ponto, com a Reforma Religiosa e a Revolução Burguesa, emerge “o público”; pequena parte do povo que é instruído, ilustrado, minoria, aqueles que pensam por si só. A sociedade de massa surgiria no séc.XIX, quando a industrialização já causara o êxodo e conglomerava enormes populações nas cidades.

A indústria e a industrialização transformara o ser em massa; um indivíduo que poderia ser substituído, passivos e uniformizados no que diz respeito às idéias e ideais, porque o que importa agora é a quantidade, a produção em série e o consumo em série e lucros em série. Lucro: objetivo pelo qual surge a indústria de massa e gerando indivíduos coisificados e alienados a si, ao outro e ao mundo em que vive.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Apreciação literária: Paz Guerreira de Talal Husseini. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Ariano e sua eterna luta contra moinhos que não são de ventos. ( História e Literatura - José Flôr )

:: História das mentalidades: O Esperanto. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Coração da Mata ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: O redescobrimento do Heliocentrismo e da esfericidade da Terra. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Considerações literárias: diários, semanários e mensários...qual é a melhor escolha? ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Quinze de novembro de 1889 – O golpe da República e a interrupção do processo civilizatório. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: A arte de viver só ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: A desesperança em Wander Piroli ( História e Literatura - Lecy Pereira )

:: O mito da palavra Saudade ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: A Cultura do hedonismo e o Vale+ Cultura ( História e Literatura - Mauro Moura )

:: Profissionais da História ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: A riqueza dos hipônimos e dos hiperônimos ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: A Fábrica de Robôs ( História e Literatura - Lecy Pereira )

:: Da Família Imperial aos funcionários públicos: a destruição das imagens na História. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: A simbologia da Páscoa ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: As línguas indígenas amazônicas: salvá-las ou deixá-las morrer? ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: Mitologia e História: E os heróis míticos. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Pequeno Inventário das Línguas Africanas ( História e Literatura - Antonio Carlos )

:: As palavras comandam a vida ( História e Literatura - Luisa Lessa )