-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Informática
 
Luciana Rodrigues

[ Luciana Rodrigues ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
A única coisa que me completa é a leitura e a escrita.... jornal e cinema é paixão.

 

Medo do Linux? Não mais!

No inicio foi muito difícil, pois ainda não sabia como funcionava e não tinha noção do que era uma distribuição. O Windows tem suas versões, como o XP, Vista e 7. Sempre começa com o nome Windows seguido da versão (Windows XP, Windows Vista, Windows Seven). O Linux, ainda mais para leigos, em princípio é complicado porque a gente acha que é só o “Linux”, sem entender que ele também tem suas “versões”, ou melhor, no caso do Linux, as chamadas distribuições, ou simplesmente distros. Nunca tinha ouvido alguém falar “uso a distribuição Debian” ou “uso a distribuição Fedora”. Era sempre o tal de Linux e ponto final.

Em buscas na Internet, fui aos poucos aprendendo que o Linux é um software de código aberto, que é um Software Livre, o que não quer dizer que seja gratuito. O Livre é de liberdade, liberdade para estudar, modificar, copiar, instalar e compartilhar. Que o Linux possui várias distribuições (centenas), com diferentes interfaces gráficas (aquilo que você vê na tela), cada qual com seu próprio aspecto visual e conjunto de aplicações. E que ainda podem ser modificadas e alteradas do seu jeitinho. Sem falar na linha de comando, a interface modo texto, sem gráfico bonitinho e mais complexa.

Escolhi a distribuição Ubuntu, versão 10.10 “Maverick Meerkat”, que foi lançado em Outubro de 2010 e é chamado Maverick Meerkat (que significa “Suricato Vagabundo”). Isto é importante saber quando precisamos pedir ajuda para resolver problemas, realizar tarefas ou atualizar o sistema.

O Ubuntu é um belo sistema, moderno e muito compatível com diversos equipamentos digitais. O mais bacana é a sua facilidade e simplicidade. E quando surgem as dificuldades, você aprende, entende o problema, resolve e pode passar ajudar outros usuários.

Continuo sendo uma usuária básica. Ainda tenho algumas dificuldades com a interface modo texto. Mas já aprendi a usar alguns comandos como o apt-get, para baixar e instalar programas. Utilizo muito os fóruns de ajuda. É lá que consigo tutoriais para instalar um jogo ou até mesmo fazer uma atualização dos softwares que utilizo ou mesmo de todo o sistema.

Talvez a parte mais interessante do Linux é a quase impossibilidades de vírus e de possíveis invasores. Para pegar um vírus, você praticamente teria que instalá-lo de propósito... Logo, no Ubuntu ou em outra distro você não precisa se incomodar com antivírus ou técnicos em informática para resolver algum dano. Você é o seu próprio dono, o sistema é “sua vida”, “seu corpo”, “seu intelecto”.

Por conta de comodidade e uma certa ignorância, custei a deixar o Windows. Não tinha coragem de entrar em um novo mundo. Tinha medo de me perder e até mesmo de não conseguir acessar a Internet. Mas venci o medo, instalei o Ubuntu, fucei muito e hoje já tenho 30 jogos para diversão, 3 mensageiros instantâneos e diversos reprodutores de vídeo, diversas outras ferramentas e aplicativos.

Agradeço pela turma do Software Livre, por serem tão bacanas e unidos em prol da Liberdade.

 

Referências:

http://www.vivaolinux.com.br
http://www.infowester.com/linlivrexfree.php
http://olinux.uol.com.br/pegueolinux/distribuicao/
http://gnu.eti.br/blog/





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Estado de graça ( Informática - Lecy Pereira )

:: Expansão das lojas virtuais ( Informática - Isis Nogueira )

:: Internet dependência ( Informática - Jorge Hessen )

:: Arrogância internética ( Informática - Patrícia Cozer )

:: A Internet e a fábrica de apedeutas ( Informática - Luiz Phelipe )

:: Corrente do bem ( Informática - Pedro Cardoso )

:: A praga das redes sociais - parte III ( Informática - Patrícia Cozer )

:: Quando não tínhamos mídias sociais ( Informática - Ana Paula Lisboa )

:: Orkut ou Facebook? Por trás dos mitos ( Informática - Diego Grossi )

:: A praga das redes sociais - parte II ( Informática - Patrícia Cozer )

:: A praga das redes sociais ( Informática - Patrícia Cozer )

:: Lições do FISL 2011 ( Informática - Klaibson Ribeiro )

:: Lançado Linux Fedora 15 ( Informática - Klaibson Ribeiro )

:: Redes sociais e cia ( Informática - Sivaldo Venerando )

:: LibreOffice Para Leigos ( Informática - Klaibson Ribeiro )

:: Advicemee, a rede social criada por alunos da UnB ( Informática - Ana Paula Lisboa )

:: O declínio do Orkut ( Informática - Jéssica Cavalcante )

:: A internet como fenômeno de globalização e de solidão ( Informática - Luisa Lessa )

:: Em qu@l mundo você vive? ( Informática - Rocheli Camargo )

:: Mil e uma utilidades da internet ( Informática - Pedro Cardoso )
 
 

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo