-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Política
 
Luiz Phelipe

[ Luiz Phelipe ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Um colunista com uma percepção singular sobre os embates da atualidade

 

EUA: a arbitrariedade alimentando o orgulho (outra vez)

Congratulations!” aos EUA e uma vaia para a comunidade internacional. Sim! Dessa forma, pois diante dos Estados Unidos, nada mais me impressiona. Mas o que deixa indignação e com sentimento de repúdio, é a conivência e a submissão do resto do mundo a toda e qualquer barbaridade que a referida “grande potência” julga procedente na sua onipotente política internacional.

É de uma vergonha não existir um representante diplomático com a decência em falar uma verdade. Não adianta argumentar que há uma dependência econômica que restringe qualquer oposição. Não, isso não justifica! Os EUA não estão isolados do mundo, ainda que em uma posição “majorante”, muitas relações são mútuas e recíprocas. Sem contar que ainda que não sejam confrontados, não precisam ser encorajados.

Os norte-americanos vendem um discurso oportunista de “guerra ao terrorismo” e restringem todos os anos de massacre (feito por eles, para justificar a possibilidade de outros) a um acontecimento puramente instituído de vingança. Uma coisa ortodoxa, digna de Código Hamurabi, onde as sentenças são autoritárias e embasadas na Lei de Talião (que teve os vestígios em 1780 a.C.), onde é “olho por olho, dente por dente”. Desprezaram séculos de evolução e transformação que acolheu o devido processo legal, o julgamento, a sentença... Regrediram o direito penal (pelo menos) ao século XVIII.

A ONU é o órgão que hoje tutela a infinidade de crimes contra a humanidade cometidos pelos EUA e mais, impede que haja uma reação ou possibilidade de oposição (confronto, sobretudo militar) a esses. A ONU é a hipocrisia institucionalizada. Ferramenta política de um país que vende uma paz armada – me faz lembrar as Cruzadas e Ordem dos Templários, levando espada e sangue, vendendo a ideia da cruz – É absurdo, escutar o discurso dos norte-americanos, de que estão a levar democracia para o oriente. Eu posso não está lembrado, mas alguém (natural dos países em questão) pediu intervenção? E a soberania, onde fica? Alguém devia ter alertado o Bush e avisado ao Obama, que democracia não se impõe, se constrói.

O que houve foi uma execução, uma demonstração de poder medieval e arbitrário onde se executa pessoas e faz disso um troféu. Concordo que o terrorismo deve ser combatido, concordo que o Osama Bin Laden era um criminoso (ainda que não estivesse em atividade), mas execução em domicílio, “caça ao terrorista” ou qualquer outra expressão autoritária como elemento de uma ordem jurídica mundial, é no mínimo desprezível.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Uma petista falando da realidade petista ( Política - Jorge Azevedo )

:: Falta Lei séria no Brasil ( Política - Manoel Tupyara )

:: Enquanto houver pejosos as esquerdas não andarão a pé ( Política - Manoel Tupyara )

:: Entre a Cruz, a foice e o martelo. ( Política - Roberto Bastos )

:: Reflexões que o povo brasileiro deve fazer III ( Política - Nylton Batista )

:: Reflexões que o povo brasileiro deve fazer IV ( Política - Nylton Batista )

:: Reflexões que o povo brasileiro deve fazer II ( Política - Nylton Batista )

:: Reflexões que o povo brasileiro deve fazer I ( Política - Nylton Batista )

:: Momento divisor ( Política - Jorge Azevedo )

:: Lula e a caravana da dúvida ( Política - Jorge Azevedo )

:: Liberdade para Lula ( Política - Jorge Azevedo )

:: A bagatela do cafezinho de Lula ( Política - Jorge Azevedo )

:: A crise no Rio de Janeiro. ( Política - Roberto Bastos )

:: PSDB, o partido que não sabe o que quer ( Política - Jorge Azevedo )

:: Sobre as terceirizações ( Política - Roberto Bastos )

:: As mentiras de um governo ( Política - Jorge Azevedo )

:: Presídios lotados ( Política - Roberto Bastos )

:: Confissão de culpa ( Política - Jorge Azevedo )

:: Toalhas de prato ( Política - Jorge Azevedo )

:: Provas e evidências ( Política - Jorge Azevedo )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo