-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em X Diversos
 
Pedro Agostinho

[ Pedro Agostinho ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Mestre em História do Brasil. Sócio da Associação Brasileira de Educação a Distância e participa de fóruns sobre educação e Plano estratégico de defesa brasileira.

 

Afinal, somos o país do carnaval, do futebol ou da bundalização?

Gostaria que nossos leitores me perdoassem se, por algum momento, utilizei mal nossa gramática tão respeitada pelo mundo acadêmico ou como muitos gostariam. Posso dizer que às vezes, por mais que gostaríamos, as palavras soam naturalmente em busca de expressar sua própria vontade. Nos confins de nossa mente ou inconsciente "moral" nos remete, em forma de inquilino, a mais requintada premissa de nossa vontade ou imaginário inquietante. Suspiramos em busca de absorvermos nossas vontades e desejos. Às vezes encontramos pelo caminho uma intrigada fantasia nos moldes das festas romanas em um passado não muito distante, se considerarmos a cronologia histórica e suas relações temporais.

Os bacanais palacianos, regado de muita bebida e frutas, carnes etc, nos dão uma pequena idéia dos acontecimentos esporádicos em tempos imperais romanos e porque não brasileiro em época de Dom Pedro I. Ele sim gostava desse legado romano.

As mulheres brasileiras, bonitas de corpo, parte glútea imponente são banalizadas fora de nosso país como produto de desejo e prostituição. Nossas crianças e adolescentes, “protegidos” pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) estão na mesma mira.

A lei ora citada, proposta pelo governo central e avalizada pelo congresso nacional, a mais de vinte anos está se adaptando em meio tais atrocidades, que são, no mínimo, criminosas. A bundalização é nossa maior propaganda.

O futebol deixou de ser o melhor, temido em outrora. O carnaval, regado pelas mais variadas formas “gluteanas” nos rende milhões de dólares anuais, sendo patrocinado pelos estados da federação como a menina dos olhos da rentabilidade.

Nossa sociedade parece não perceber o perigo que nos ronda, concentrada apenas na correria da dia-a-dia imposta pelo desejo de ter, consumir fruto da indústria cultural poderosíssima. Sem querer generalizar, os canais de televisão estão cheios de programas desprezíveis, apresentadores sem nenhum compromisso com os bons costumes e, produtores mal intencionados em busca de aumentar sua audiência de qualquer maneira. Parece que a sociedade brasileira gosta desse tipo de programas.

A maior prova é os altos índices de audiência alcançados. Diante dessa realidade parece um paradoxo a partir dessas afirmações. Não, definitivamente tal realidade tem um nome, ele se chama Banalização.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Metas ( X Diversos - Luiz Martins )

:: O que é mais importante, ser inteligente ou ser esforçado? (II) ( X Diversos - José Menegatti )

:: Algumas explicações ( X Diversos - Sivaldo Venerando )

:: Feliz Ano Novo Ano Novo: Happy New Year ( X Diversos - Luisa Lessa )

:: Sociedade secreta para o emprego ideal ( X Diversos - Sílvia Sena )

:: Você está criando ou adiando o futuro? ( X Diversos - Ivan Postigo )

:: Descrição do amor ( X Diversos - Patrícia Cozer )

:: Um dia bom para falar de sacanagem ( X Diversos - Jorge Azevedo )

:: os apreciadores da cachaça e os hipócritas de plantão. ( X Diversos - Pedro Agostinho )

:: Descaso de recepcionista ( X Diversos - Patrícia Cozer )

:: A Sapiência do apedeuta x evolução ( X Diversos - Luiz Phelipe )

:: O valor das pequenas coisas ( X Diversos - José Flôr )

:: Afinal, somos o país do carnaval, do futebol ou da bundalização? ( X Diversos - Pedro Agostinho )

:: Campo Santo: Entre a Vida e a Morte! ( X Diversos - Albino Sobrinho )

:: Carta aos Chicos, Joãos, Marias, Carolinas... II ( X Diversos - Farid Houssein )

:: Tecnologias, Comemorações e Vida ( X Diversos - Virgínia Origuela )

:: Nova definição de jornalista ( X Diversos - Ana Paula Lisboa )

:: A morte e sua face ( X Diversos - Marcio Neves )

:: O Serial Killer e os Meninos Emasculados ( X Diversos - Marlene Bastos )

:: Apesar de vocês ( X Diversos - Tom Coelho )
 
 

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo