-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Internacional
 
Sivaldo Venerando

[ Sivaldo Venerando ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Incentivador e contribuinte das atividades culturais da União Carpinense de Escritores e Artistas.

 

O direito de Gadhafi de governar

Ditaduras são sempre cruéis. Qualquer pessoa de bom senso sabe disso, e ninguém em sã consciência apoia regimes de homens sanguinários que se sustentam no poder à custa da miséria de muitos. Porém, um dos fatos mais recentes, a queda do coronel Muamar Gadhafi, agora ex-ditador da Líbia, nos faz rever conceitos.

Para nós brasileiros, quando ligamos a TV, ou sintonizamos o rádio, tomamos o conhecimento de que Gadhafi foi, duarante 42 anos, o pior dos sanguinários em seu país, maltratando seu povo, se agarrando a todo custo no poder, sem que a população concordasse. Mas não é bem assim. Essa é a versão que os controladores da mídia nos EUA e Europa querem que o mundo acredite.

Muammar Gadhafi, apesar de ter um comportamento grotesco, e mesmo seus gestos de terrorista, era amado pela maioria de seu povo, que nunca sequer cogitou tirá-lo do poder. Sabe por quê? Por ele organizou a situação do país. Deu a Líbia 42 anos de paz em uma região em que a paz é coisa rara. E também prosperidade. A Líbia, sob seu comando, era uma das economias melhor administradas da África. Sua presença pacificadora garantiu a prosperidade fornecida pelo farto petróleo.

Mas quem e o que derrubou Gadhafi? Com certeza não foram aqueles rebeldes de tribos minoritárias, que vimos pela TV. Até porque, inicialmente, eram mal armados e mal treinados. Apenas tinham um vago desejo de ver outro regime no governo. Aí surgiu a França, o presidente do EUA, Barack Obama e o apoio da OTAN. Entendeu? Há um conluio muito evidente das superpotências mundiais para mandarem em tudo, inclusive na nossa Amazônia. Mas agora o assunto é Gadhafi, que apesar de sua ruindade, estava lá, cuidando de seu povo.

Analisem comigo, se o ex-ditador da Líbia estava errado. Imagine que você está em casa, aí chega seu vizinho e começa a ordenar o que você vai fazer, depois machucam seu filho, sua esposa, e você tem que aceitar numa boa? Pois é isso que o imperialismo desses países propõe; tomar o petróleo que nunca foi deles à força. Em suma, estamos diante de um golpe de Estado patrocinado por potências estrangeiras, usando como desculpa a rebeldia de revolucionários maltrapilhos. O pior é que em pouco tempo a guerra não será só por petróleo, mas por água também. Te cuida Brasil.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: A Propriedade Privada Intelectual e a Crise do Sistema Capitalista ( Internacional - Diego Grossi )

:: What to fight for? ( Internacional - Ana Paula Lisboa )

:: A morte de Kadafi foi o auge da Revolução Árabe? ( Internacional - Diego Grossi )

:: Sem Kadafi, o mundo fica melhor? ( Internacional - Jorge Azevedo )

:: Cadê honduras? ( Internacional - Nylton Batista )

:: 10 anos do 11 de setembro ( Internacional - Mauro Souza )

:: Tecnologia militar e soberania política: O exemplo da Líbia ( Internacional - Diego Grossi )

:: O direito de Gadhafi de governar ( Internacional - Sivaldo Venerando )

:: AAA/AA+ ( Internacional - Mario Villas Boas )

:: Xenofobia e humanidade não combinam ( Internacional - Paiva Netto )

:: Capitão América. ( Internacional - Isis Nogueira )

:: Pax Sinica ( Internacional - Mario Villas Boas )

:: O que a comunicação social não fala sobre Kaddafi. ( Internacional - Isis Nogueira )

:: Bin Laden Merecia Viver! ( Internacional - Jurandir Araguaia )

:: Osama Bin Laden, morto ou vivo? ( Internacional - Liana Herculano )

:: Será que Bin Laden morreu mesmo? ( Internacional - Jorge Azevedo )

:: O primeiro abril – a Revolução ( Internacional - Mauro Moura )

:: Muçulmana responde à questões polêmicas ( Internacional - Isis Nogueira )

:: Um Ato Trágico e Criminoso ( Internacional - José Ednaldo )

:: Um bom Exemplo ( Internacional - Mario Villas Boas )