-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Educacao
 
Albino Sobrinho

[ Albino Sobrinho ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Instrutor de Meteorologia Geral e Operacional, de inglês técnico e de Tráfego Aéreo Internacional (TAI). Diretor pedagógico da EESD na Base Aérea e do Insight English Center.

 

Não queremos essa educação de qualidade. Queremos uma Educação de verdade!

Se a Mídia, enquanto Quarto Poder Nacional, se interessasse mais, não só no resultado final da divulgação do trabalho escolar do pais; mas, sobretudo, também durante todo processo educacional desenvolvido no período letivo, talvez fosse muito mais perficiente a sua atuação para melhorar a avaliação  dos resultados hipocritamente fabricados pelos brinquedos da ilusão. Agora se queixar do leite derramado pelo conflito de um processo “indecisório duradouro” da  atual ação pedagógica dos Doutos do Saber que regem o destino da Educação; achar que fazer uma faxina psicológica em quem chuta o balde durante a ordenha do conhecimento mal concebido pela decepção ou frustração de seus atores; se irritar com o estado de saúde de uma Educação-paciente de inanição por causa da má aplicação de verbas da Educação, não vai modificar muito e nem adiantar quase nada no combate ao caos educacional que se estabelece neste país.

Alardeia-se muito  a  Educação (...) para matá-la! Mas quem realmente está de fato preocupado com boa educação para os menos favorecidos?!... Os que querem a manutenção do status quo? Bom, isso fica para sua reflexão enquanto cidadão... O que se vê mesmo hoje em dia é uma crescente desmotivação pessoal da maioria estudantil e de uma boa parte de docentes frustrados com esse estado de coisa. O pior é que os envolvidos são pessoas de mesma casta e diretamente afetados, ou infectados, por esse processo verossímil do tal vento de mudança na Educação!.. Isso fatalmente é decorrente da falta de Fé em um futuro promissor para que se leve uma vida decente com crescimento pessoal e intelectual através do conhecimento adquiridos nos bancos escolares. Esses agentes indigentes passivos, pacientes, ou permanentes, assim se sentem por causa da pouca valorização que é dada ao verdadeiro conhecimento compartilhado, o que leva a crer que uma desgraça institucional está prestes a se estabelecer em nível nacional e que já é eminente um ensaio tragicômico, apenas vislumbrado  por sensatos, mas visto como “A comédia dos erros” dos tecnocratas da Educação. Quando isso vai se acabar e onde é mesmo é que  vai se encenar? Bem, A vaca já está indo devagarinho para o brejo. E agora, amigo?! Só falta ela se atolar... Mas ai se assim acontecer a dita já era!...       

Com os "ismos" do HiTech educacional, alavancados pelos algari$mos rendidos pela “Mais Valia” da burrice da massa ignara nacional, alguns sábios fariseus do  sistema modernista educacional, orgulho verdadeiro dos Arautos do "Senhor Meu Rei", incrementou-se ainda mais a cegueira conscienciosa provocada por essa  desavergonhada "Cortina de fumaça" que deixa cada vez mais míopes os que deveriam ser verdadeiramente os mais interessados e combatentes por uma Educação de Qualidade sem maldade. Mas, em vez disso, se iludem com a beleza das propagandas mirabolanteMENTE enganadoras veiculadas na mídia nacional, procrastinando sempre assim, dia após dia, um direito de ser livre dos efeitos da encucação ideológica e das peias da  ignorância através do desenvolvimento de uma consciência crítica que contestasse esse “presente de grego” que se chama de Educação de Qualidade e não de Verdade.  

Sob a égide de uma ideologia deletéria, dita vanguardista, conseguiram promiscuir na fase embrionária ou na sua formação, a nossa "vítima" que ora acaba de virar uma menina-moça com os seus 15 aninhos de idade: Quanto "debut" nessa festa de indumentária bonita e de lindas e perfumadas flores ornamentais, com muitos "comensais" e farta guloseimas em um vasto salão de beleza descomunal, com direito a um devaneio de sonho de valsa, ao som de uma estonteante melodia clássica regida por uma orquestra romântica de fazer surdos e cegos chorarem de tanta emoção! Ela é linda e maravilhosa, mas é vinda de uma concepção europeia que tenta render benefícios reais em território irreal para a sua benevolência de sucesso.  

Assim, com o intuito de adormecer  a memória de incautos, escamotearam, pela eclética interpretação escusa da menina-moça, a má conduta funcional dos Ciclos Básicos (alfabetização e sistematização), justificando a criação da Correção de Fluxo, ou do fluxo! Ainda, Por falta de mais absurdos, instituíram um tal Provão que ilude o povão; uma tal de Progressão Parcial que regride em fracasso situacional; uma tal Banca da Misericórdia que se presta de UTI discente; um tal de “Conclua seus estudos em poucos dias” e de tantas outras baboseiras e aberrações para gerarem uma boa estatística para saciar um ego interno e uma barganha para uma opinião internacional. De tanta decepção e frustração, o educador sério, já combalido de luta vencida, vai ter mesmo é que se contentar em se melecar nessa lama cultural dos "doutores da educação" e fazer parte, queira ou não, dos "BLOCOS" dos sujos dessa enganação. Mas quem disse que essa dissimulação vai mudar a opinião do verdadeiro guerreiro da educação na batalha do saber contra a ignorância?!... Esse é duro na queda e não se rende não!       

Viva a Escola Democrática com autonomia própria sem ser regida pela porcaria "publique-se e cumpra-se" dos que acham que têm o poder e direito de fazer acontecer o que bem quiser para mal educar a Educação! Chega de falar em  falsa qualidade, e busquemos a verdadeira que nos libertará! Em um Sistema Educacional BuRRocrático e Estatístico, criar dispositivo para prender alunos nas escolas pela barriga cheia (nem só do pão vive o homem), para fazê-los crer num saber que de fato não têm e para deixá-los fazer o que bem entender, sem impor limites para não causar evasão escolar, não passa de pura violência simbólica e de vil enganação para angariar boa fama e dividendos políticos.

FAZER DA ESCOLA UMA ARMA É VITIMIZAR UMA SOCIEDADE INOCENTE! EDUCAÇÃO SERÁ NOSSA REDENÇÃO QUE, PELA SUA HONESTA REVULUÇÃO, PODEREMOS MUDAR O DESTINO DE NOSSA NAÇÃO!





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Acorda Universidade federal do Acre ( Educacao - Luisa Lessa )

:: As armadilhas da linguagem política ( Educacao - Luisa Lessa )

:: As Inteligências. ( Educacao - Roberto Bastos )

:: A leitura não é atividade gratuita de advinhações ( Educacao - Luisa Lessa )

:: Os Ensinos Médio e Superior não são o MOBRAL. ( Educacao - Roberto Bastos )

:: Grandes desafios para a educação do século XXI ( Educacao - Luisa Lessa )

:: Formação de bolhas sócio-culturais ( Educacao - Cristiana Passinato )

:: Questões de um começo cheio de esperanças ( Educacao - Cristiana Passinato )

:: O Brasil está fechando 8 escolas rurais por dia. Quem se importa? ( Educacao - Wallace Moura )

:: Preciosismo didático ( Educacao - Elisabeth Camilo )

:: Há uma única verdade ou múltiplas verdades? ( Educacao - Luisa Lessa )

:: O Rolesinho ( Educacao - José Roberto Pinto )

:: Ensinar a Língua Materna ( Educacao - José Roberto Pinto )

:: A educação e os concursos públicos. ( Educacao - Roberto Bastos )

:: Um dia, na infância, me ensinaram a saudade ( Educacao - Elisabeth Camilo )

:: A Lei Drummond complementa-se com o Fundo Municipal de Cultura ( Educacao - Mauro Moura )

:: Lugar sagrado que deve ser a escola ( Educacao - Luisa Lessa )

:: A direção é mais importantedo que a velocidade ( Educacao - Luisa Lessa )

:: Comunicação e humanismo: duas armas salvadoras do mundo ( Educacao - Luisa Lessa )

:: Identidade e Territórios Quilombolas do Rio Grande do Sul: aspectos sócio-etnolinguísticos ( Educacao - Antonio Carlos )
 
 

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo