-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Entretenimento
 
Abilio Machado

[ Abilio Machado ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Artista Plástico, Ator e Autor de Peças Teatrais.

 

Música é Arte!

 Esta lei tornou-se obrigatória então as outras Artes também continuam sendo arte ou não são...
 Todas as linguagens artísticas como a Dança, o Teatro e Artes visuais é Linguagem, Conhecimento e Conteúdo curricular.
 A legislação, no ensino da Arte na escola já previa o ensino da música - PCN - Artes.
 Porém lamentavelmente isso não era e não é respeitado, quer por desconhecimento ou por falta de profissionais qualificados em Música e nas Artes em geral.
 Atenção: O que não quer dizer que agora com esta lei, Música deva ser a única linguagem artística a ser ensinada na escola.
 Agora vou lembrar a todos uma coisa: professor de Música não apenas é quem tem uma Licenciatura em Música ou na área de Educação Musical. Assim como professor de Teatro, Artes Visuais ou Dança não é quem tem uma licenciatura nestas áreas. Existe algo chamado de ‘Notório Saber” que justifica a contratação de professores que realmente entendam da arte.
 Eu tive experiência própria de no ensino médio minha professora por vezes recorrer a pedir minha ajuda a ensinar os colegas em sala.
O que parece que muita gente ta se esquecendo disso e continua fazendo vista grossa, na educação primária professor de artes é o professor substituto, é o que ao conseguiu sala, e não alguém que realmente gosta de fazer algo artístico.
 O MEC separou as formações na área de Arte, por isso penso que na escola o conteúdo Artes também deveria ser desmembrado em Artes Visuais, Artes-Dança, Artes-Teatro e Artes-Música. Ensinado por profissionais qualificados nestas áreas.
 Voltando à Música... Professores de matemática, educação física ou pedagogos (ou qualquer outro) podem até gostar e ter boa vontade.
Como vemos professores de disciplinas como português e história querendo oferecer aulas de teatro e assim se intitularem.
 Mas não são professores de artes e portanto não adianta colocá-los para ensinar este conteúdo nas escolas.
Ensinar arte envolve conhecimento técnico,  pedagógico e experiência nesta área.
 Não adianta fazer uma lei que coloca a música como obrigatório, se nem mesmo a arte em geral é cumprida da maneira certa, aplicaram uma lei soberana com a música por que estudos retrataram que o aprendizado da música desenvolve as exatas, oferece mais disciplina e concentração, mas de nada adianta se quem vai ensinar este conteúdo não tem nenhuma formação ou qualificação na área.
 É preciso também se pensar na qualificação do professor que vai ensinar o conteúdo música e de todas as linguagens.
Ao fazer esta lei acho que não se pensou muito nisso, não se olhou o que se fazia no ensino da arte.
 E lamentavelmente tirou da obrigatoriedade a responsabilidade da formação e fomentação deste ensino.
Agora qualquer professor sem noção ta achando que é professor de música ou de artes?
 Não claro que não no mínimo que se apresentem os dados e os pressupostos necessários.
Pois não é só o gostar de Música ou de Arte e nem mesmo por que fiz magistério ou tenho faculdade, tem muitos que assim batem no peito, isso não qualifica ninguém a ensinar música, teatro, dança ou artes visuais.
 No ensino infantil, por exemplo, não adianta obrigar um pedagogo a ensinar música ou já como se fazia com as artes, pois estes não tem formação de conhecimento para isso.
 Como já citado na arte tem de haver  Conhecimento, a linguagem musical, envolve história, prática, percepção e técnica.
 Outro dia fui assistir por acaso uma aula desenho e percebi que tanto a aula e o professor se batia para reproduzir um castelo, cometi o erro de dizer por que não se estava usando a técnica de linhas fuga e de horizonte para se trabalhar a perspectiva e assim criar um trabalho mais bonito, recebi os olhares fulminantes e uma desculpa de que se estava dando uma aula de desenho em quadrinhos livre... E que ali não era aula de desenho técnico...
 Fiquei a pensar eu sou autodidata e desenho minhas criações livres e utilizo de técnicas para criar a atmosfera que necessita e aquele professor ‘estava ganhando para não ensinar’.
 Assim percebi que muitos professores (principalmente aqueles que não são da área artística) não entendem e não respeitam isso.
Por vezes até olham com desdém por que se acham os bambambãs por lecionarem suas aulas.
 Simplesmente colocar os alunos para fazer barulho ou gritar sem propósito achando que estão cantando não é ensinar música. Decorar alguns poemas ou falas textuais e fazer um jogralzinho não quer dizer que houve aula de teatro, decorar a sala ou os corredores com tintas exageradamente jogadas ou simplesmente ali sem noção do que houve não quer dizer que se ensinou com propósito artes visuais.
  O ideal seria isso. Cada macaco no seu galho.
  Lamentavelmente não vivemos num mundo ideal...
Mas espero sinceramente que os colegas de outras áreas não banalizem e descredibilizem o ensino da Música ou da Arte nas escolas.
 Pensando que qualquer um é ou pode ser. Isso é um desrespeito com a Arte, ao artístico e a sua Linguagem.
 Para se ensinar a artes nas escolas, é preciso valorizar os profissionais com formação e ou conhecimento real.
 E também que o Poder Público democratize o acesso à formação acadêmica de professores nesta área.
 Para que se formem profissionais qualificados.
 E para aqueles de outras áreas que desejem trabalhar como professores de artes se qualifiquem.
 O professor como educador deve ter uma obrigação ética.
 Chega de tentar enganar os alunos...
 Quem Não Sabe Não Ensina!





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Ela (Her) - filme de Spike Jonze, uma crônica sobre ( Entretenimento - Cristiana Passinato )

:: Mary Poppins, a verdadeira... A história real. ( Entretenimento - Cristiana Passinato )

:: Philomena ( Entretenimento - Cristiana Passinato )

:: Carnaval, Lepo Lepo e a cultura lixo ( Entretenimento - Mizael Souza )

:: A política e a cultura: A Rádio MEC ameaçada. ( Entretenimento - Roberto Bastos )

:: Resenha do Filme: 12 Anos de Escravidão ( Entretenimento - Wallace Moura )

:: TNT transmite ao vivo as indicações ao OSCAR® 2014 ( Entretenimento - Vera Tabach )

:: Morre Nelson Ned, após problemas de saúde e financeiros ( Entretenimento - Wallace Moura )

:: A Série 24 Horas estará de volta com uma nova temporada ( Entretenimento - Wallace Moura )

:: B.Léza e o Dia da Morna ( Entretenimento - Mauro Moura )

:: As crianças e seus brinquedos ( Entretenimento - Tom Coelho )

:: Vídeoclip produzido no RN tem qualidade internacional ( Entretenimento - Wallace Moura )

:: Stand Up Comedy ( Entretenimento - Wallace Costa )

:: Circuito Cultural Ribeira - Natal RN ( Entretenimento - Wallace Costa )

:: Mister Brasil 2013 ( Entretenimento - Wallace Costa )

:: Flor do Natal ( Entretenimento - Wallace Costa )

:: Festival da mentira ( Entretenimento - Nylton Batista )

:: Lições práticas da novela Avenida Brasil ( Entretenimento - Linaldo Lima )

:: A mídia e a influência sobre as pessoas ( Entretenimento - Elisabeth Camilo )

:: Análise do filme Divinos Segredos e capítulos 01 e 02 do livro Saúde e Qualidade de Vida na Velhice de Neri. (acadêmico ou didático) ( Entretenimento - Abilio Machado )
 
 

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo