-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Turismo
 
Magali Cunha

[ Magali Cunha ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Comecei na adolescência a escrever para jornais locais nunca mais parando de enviar minhas crônicas e mais tarde poesias.

 

Pelotas 200 anos, do sal ao açúcar

Situada a 250km da capital Porto Alegre, as margens do Canal Sao Gonçalo que liga as Lagoas dos Patos a Mirim as maiores do Brasil, estao seus 328 mil habitantes.

A longíncuos mais de duzentos anos chega nesta regiao, o portugues José Pinto Martins que abandonando o Ceará, por causa da seca, funda a primeira charqueada. A partir daí surge uma próspera indústria de charques que era exportado para vários outros países.

Ricos, os charqueadores se davam ao luxo de trazerem engenheiros da Europa para aqui construírem seus palacetes nos moldes europeus. Os filhos dos charqueadores eram todos mandados para a Europa a fim de estudarem, trazendo consigo seus hábitos e costumes.

Desta época áurea ficaram as grandes casas e palacetes. As charqueadas hoje sao casas para eventos e requintadas pousadas.

Do sal que salgava a carne ao açúcar que adoça os famosos doces de Pelotas, veio em 6 de junho de 2003 a lei que declara integrante do Patrimonio Cultural do Estado os seus doces artesanais, sendo assim considerada Pelotas como a Capital Nacional do Doce.

Todos os anos, nos pavilhoes de eventos realiza-se a FENADOCE (Festa Nacional do Doce) que atinge um número recorde de visitantes e de venda de doces a cada ano. 





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Aruba, um pedaço do Caribe ( Turismo - Jorge Azevedo )

:: Fé, natureza, cultura e diversão em Santa Catarina ( Turismo - Vera Tabach )

:: Avião sai de Natal para São Paulo, mas faz pouso forçado por causa de briga de casal ( Turismo - Wallace Moura )

:: O Rio Grande do Norte ganha revista de Turismo e Cultura ( Turismo - Wallace Moura )

:: Empresário potiguar leva Brasileiros aos Estados Unidos ( Turismo - Wallace Moura )

:: Tucupi no Tacacá - ou a cultura nas viagens ( Turismo - Elisabeth Camilo )

:: Conhecendo a reserva dos índios Cherokkes, na Carolina do Norte, Estados Unidos. ( Turismo - Wallace Moura )

:: As caras e as cores de São Paulo ( Turismo - Fabiana Barros )

:: A Graça tem mesmo graça ( Turismo - Mauro Moura )

:: 20ª FENADOCE ( Turismo - Magali Cunha )

:: Europa está no Sul do Brasil ( Turismo - Luisa Lessa )

:: Aveiro: a Veneza de Portugal? ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: Pelotas 200 anos, do sal ao açúcar ( Turismo - Magali Cunha )

:: Praia do Cassino ( Turismo - Magali Cunha )

:: A saga dos souvenirs ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: As 7 novas maravilhas do mundo ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: A Casa da Morte de Petrópolis e a dívida perante a história dessa cidade ( Turismo - Diego Grossi )

:: A Brasília dos brasileiros ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: Tornando Curitiba mais quente ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: Belém do Pará e as praias de rios ( Turismo - Elisabeth Camilo )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo