-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Pais e Filhos
 
Jorge Azevedo

[ Jorge Azevedo ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Paisagista, Decorador, Professor e Poeta

 

Pais ensinam filhos a desrespeitar leis e éticas

Incrivelmente drástico. Pais ensinam seus filhos burlar a lei e se absterem em respeitar os mais elementares códigos de ética e isto não está acontecendo somente nos bairros pobres da cidade, onde, por preconceito puro julga-se residir a camada mal educada da sociedade e, portanto, descompromissadas com a legalidade de suas atitudes.

É incrivelmente drástico o que está acontecendo e não precisamos sair por aí buscando o que estou falando, basta passar nas portas dos colégios nas grandes e pequenas cidades, principalmente nos colégios e escolas caras, onde estudam, por regra, filhos de famílias abastadas, de onde se convém, mais instruída, mais educada, mais esclarecida.

Pais param seus carros como se donos da rua fossem, estacionam sob placas de “PROIBIDO PARAR E/OU ESTACIONAR”, e sem nenhuma cerimonia provocam engarrafamentos, muitas vezes monstros e chegam outros pais e formam filas duplas, triplas, quadruplas e tantas outras “uplas” que surjam. Alguns motoristas mais apressados iniciam “buzinaço” como se isto criasse sinais de civilidade naqueles que por obrigação, deveriam mostrar aos seus filhos que a lei é para todas e precisa ser respeitada.

Como, amanhã, estes filhos que assistem seus pais desafiarem todas as normas éticas sem nada lhes acontecerem, terão condições de ser cidadãos respeitadores das leis, dos bons costumes e da ética? Como poderão estes pais, amanhã, repreenderem seus filhos tentando reconduzi-los aos caminhos da sociedade se foram os seus mestres na arte de burlar o legal e viver as vantagens do levar vantagem sempre?

Assistimos isto em diversas filas. Pais que não criam seus filhos, entregues a amas e babás, se tornam pais amantíssimos quando enfrentam uma fila. Carregam os filhos com um carinho de fazer inveja. Digo isto com conhecimento de causa, pois, tenho pessoas próximas que fazem isto e ainda se vangloriam por ter passado na frente de tantos que pacientemente e respeitosamente cumprem os dogmas das leis e das éticas.

Estas crianças hoje, adultas amanhã, acostumadas em ver seus pais levando vantagem sempre, farão a mesma coisa. Trilharão os mesmos caminhos. E passarão para seus filhos o lema de que levar vantagem sempre é sinal de esperteza e inteligência. Como podemos cobrar dos futuros mandatários da nação formas honestas de agir se seus pais, políticos hoje, levam sempre algum? E é este “algum” que proporciona as mordomias dos filhos? Estes filhos tomando seus pais corruptos como exemplo, transformando-os em ídolos e ícones, o que farão amanhã quando abraçarem o poder? Viverão eticamente?

Estamos vivendo uma situação drástica sim. A ausencia de ética, acompanhada da ausencia de Deus nas atitudes das pessoas está tornando o homem uma máquina do mau. Professores incontestes de futuros burladores com diplomas de doutores, mestrados. Estamos formando uma sociedade de burladores das leis alfabetizados, inteligentes e arquitetos de projetos inteligentes para não serem pegos.

E tudo isto começa na infância, no simples ato de pais inteligentes e espertos não respeitar os limites dos seus direitos. O limite do direito de terceiros que também precisam trafegar nas ruas e avenidas onde se localizam escolas e colégios que formam futuros burladores das leis de amanhã.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Videogames: a consolidação do hedonismo. ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: E quando os filhos crescem o que a mãe faz ? ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Quando a perda alheia nos modifica ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Maldita Revolução Sexual – Parte 2 – O mal institucionalizado. ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: A diferença entre satisfação e felicidade ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Casais sem filhos ou o momento históricos para tê-los. ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: O que dizer aos filhos quando eles atingirem a maturidade? ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Conciliando o trabalho e a maternidade... ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: O consumismo na adolescência... ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: A juventude atual sabe lutar por espaço na vida? ( Pais e Filhos - Luisa Lessa )

:: Laços de ternura ( Pais e Filhos - Tom Coelho )

:: A etiqueta e nossos filhos ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: Aproveitando melhor o tempo ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: O preço do caráter ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Pequenos Cidadãos? ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: O exemplo dos pais e os fabricantes de vagabundos. ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: Sofrimento de filho ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Pais ensinam filhos a desrespeitar leis e éticas ( Pais e Filhos - Jorge Azevedo )

:: Família e o uso da genealogia (as raízes das sequóias). ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: As influências recebidas no convívio diário ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )
 
 

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo