-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Religião Cristã
 
Carlo Dionei

[ Carlo Dionei ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Analista de Planejamento e Custos. Voluntário no movimento ONDA (Objetivos Novos do Apostolado)

 

Nem Judas, nem Pedro...

Judas foi o discípulo que entregou Jesus aos soldados para que este fosse crucificado, recebeu dos sacerdotes e doutores da lei a quantia de 30 moedas de prata para realizar este serviço.

Segundo as escrituras (Mt 27, 3-7) posteriormente Judas sentiu tamanho remorso que voltou ao templo, atirou as moedas que havia recebido no chão e saiu para enforcar-se. Como este valor era considerado “preço de sangue”, não pode ficar no templo sendo então utilizado pelos doutores da lei para comprar um local que serviria como cemitério de estrangeiros. Tal local está situado em Jerusalém e até hoje é conhecido como Aceldama ou Akeldama (que em aramaico significa “campo de sangue”).

Quanto a Pedro, este foi o primeiro apóstolo a reconhecer Jesus como filho de Deus, no episódio que caracteriza a instituição da Igreja Católica Apostólica Romana, onde Jesus afirma que Pedro será a pedra onde será edificada a Igreja (Mt 16, 15-19). Por esta razão o referido discípulo é reconhecido também como o primeiro Papa desta Igreja.

No episódio da paixão de Cristo Pedro se viu obrigado a negar Jesus por três vezes para não ser condenado junto com Ele. Cabe ressaltar que ainda na última ceia o referido apóstolo alegou que seria capaz de dar a própria vida por Jesus (Jo 13, 37) sendo que posteriormente, sob o olhar de Cristo inclusive,  negou-o (Lc 22, 60-61).

Ambos tiveram atitudes semelhantes mas, reagiram ao erro de forma completamente diferente.

A principal diferença de postura entre eles é que Pedro aceitou o perdão de Deus, aceitou carregar consigo a marca da traição e tornar aquilo motivação para servir, ou seja, buscou a reparação de seu gesto através da dedicação do seu trabalho para os propósitos de seu mestre, enquanto que Judas avaliou que seria impossível conviver com tamanha culpa e tirou a própria vida.

Sabemos que conforme decidirmos conduzir nossa fé encontraremos ciladas como Judas ou Pedro encontraram. Em muitos momentos negaremos Jesus, assim como o entregaremos ao sacrifício por conta de nossa ganância sem limites.

Precisamos aceitar que o que nos diferencia de Jesus Cristo é o pecado. Somos inferiores justamente porque através do livre arbítrio que nos fora concedido, por inúmeras vezes, efetuamos a escolha errada, e quando nossa consciência traz a tona o resultado disto somos tomados de tristeza e arrependimento.

Pedro nos dá exemplo de como lidar com este tipo de situação, sendo necessário acima de tudo aceitar as próprias limitações, reconhecer os erros e transformá-los em força motivadora para a mudança capaz de transformar determinado indivíduo em uma pessoa melhor.  

Diante destas situações cabe a reflexão de como reagiremos após o arrependimento, se por nossa natureza humana fomos criados pecadores, cabe a reconciliação com Deus mediante o reconhecimento de nossos erros.

O amor de Deus é infinito, e ele sempre nos concederá o perdão desde que estejamos dispostos a mudar nossas atitudes, não necessariamente precisamos nos tornar a “pedra angular” da Igreja de Cristo, muito menos nos entregar ao suicídio mediante nosso arrependimento, basta apenas buscar a reconciliação com Deus e aceitar o Seu perdão.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: A Triade da Graça ( Religião Cristã - Linaldo Lima )

:: O Sucesso é... Ser Um Escolhido! ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Milagres ( Religião Cristã - Carlo Dionei )

:: Um deus a serviço de Deus ( Religião Cristã - Linaldo Lima )

:: O Fator Efraim ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Carta aos Cristãos do Mundo Inteiro ( Religião Cristã - Mizael Souza )

:: Eita povo ruim de morrer ( Religião Cristã - Linaldo Lima )

:: Lições aprendidas com Zaqueu ( Religião Cristã - Linaldo Lima )

:: Sinais ou Circunstâncias - O que guia sua fé? ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Cristofobia é homofobia ( Religião Cristã - Ruy Matos )

:: Ataques gratuitos aos evangélicos ( Religião Cristã - Ruy Matos )

:: A Igreja verdadeira ( Religião Cristã - Ruy Matos )

:: A Imago Dei ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: O Natal de Simeão ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Eu queria ser uma nota de cem reais ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Ajude o seu próximo ( Religião Cristã - Luciano Deschamps )

:: Por Onde Começar? ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Cristianismo as avessas ( Religião Cristã - Gizelle Saraiva )

:: Vivendo entre o ordinário e o extraordinário ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Avivamento e Convicção de Pecado Joel 2:12-28 ( Religião Cristã - Silaell Dantas )
 
 

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo