-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Pais e Filhos
 
Roberto Bastos

[ Roberto Bastos ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Historiador, professor de História, monarquista, budista, ex-músico e eterno estudante de artes marciais.

 

Casais sem filhos ou o momento históricos para tê-los.

Casais sem filhosSem filhos

Um dos maiores erros ou falta de carinho de nós colunistas, que escrevemos para a categoria “Pais & Filhos” no Gosto de Ler é não dirigirmos as nossas atenções e palavras de incentivos para aqueles que não têm filhos e nem querem tê-los.

Ignoramos a existência deste público em virtude de concentrarmos as nossas atenções aos pais e filhos ou as relações entre eles, devido ao um valor exclusivo dado por nós, com razão e mérito, porém, os casais que não têm filhos, que também não os desejam e, conseqüentemente, evitam as sua chegada a fim de colocar o foco em seus objetivos profissionais ou, por piedade, não colocar uma criança no mundo ou colaborar com a diminuição populacional do mundo ou, ainda, colaborar com o processo de extinção voluntária da humanidade[1].

Tanto casais sem filhos como pessoas solitárias (castos ou celibatários[2]) se dedicam exclusivamente aos seus trabalhos, às suas carreiras profissionais, aos seus projetos de vida e às causas ecos-sociais ou sociopolíticas, a fim de contribuir com o progresso metafísico da humanidade e do mundo, pois dispõem de tempo. Além de colaborarem, de forma sutil, com a diminuição populacional e com o controle da natalidade voluntário e responsável.

Solitário, mas feliz!!!

Tais pessoas deveriam ser aplaudidas e exaltadas por suas iniciativas, pois deveríamos compreendê-las, ao contrário de serem criticadas e execradas do convívio social, devido a escolha de seus atos, pois estão agindo com sabedoria, principalmente neste presente momento histórico em que há a necessidade de redução da natalidade, conjugada a delinqüência de nossos jovens, como motivo para evitar o aumento da violência, gerada pelos delinqüentes.

Delinqüente juvenil

Através destes motivos podemos compreender e aceitar o aviso deixado pelos casais sem filhos e pelos solitários em suas ações anti-natalistas.

Segundo Platão, existe o momento histórico correto para termos filhos, quando não ocorre este momento então devemos evitá-los a fim de não gerar uma sociedade doentia e em estado de colapso. Tal ação era defendida e seguida pelos Cátaros[3], em virtude de considerarem am existência humana dolorosa e sofrida, por isso evitavam filhos e casamentos, defendendo os encontros casuais.

Para Thomas Malthus, o crescimento em progressão geométrico da população trariam o colapso das sociedades, em virtude da ausência de recursos ou da produção deste em progressão aritmética, o que gerariam a fome, as guerras e as doenças[4].

Cátaros sendo massacrados pelos cavaleiros da InquisiçãoThomas Malthus e sua teoria

Portanto, honrados leitores ficam nestas linhas sobre o momento histórico correto para termos filhos ou evitá-los, sobre a responsabilidade de educá-los e que devemos tomar conta de nossas vidas e respeitar as posições alheias.

Notas e referências:

[1] Movimento apoiado por pessoas que se preocupam com a vida na Terra e que tomaram a iniciativa anti-natalista consciente como uma via para os fins das catástrofes humanas e a saúde do planeta – ver em http://www.vhemt.org/pindex.htm - acessado em 06/10/2013 - às 23:40.

[2] Existe uma diferença entre Castos e Celibatários – os primeiros evitam o sexo com um propósito maior e espiritual; os últimos não evitam o sexo, mas evitam o casamento ou o concubinato a fim de viver a sua liberdade e se comprometer com esta.

[3] Seita cristã gnóstica, fundada entre os meados dos Sécs. I e II e exterminada pela Inquisição no Séc. XII na Europa.

[4] Thomas Robert Malthus (Rookery, 14 de fevereiro de 1766 — 23 de dezembro de 1834) foi um economista britânico. Considerado como o pai da demografia em virtude de  sua teoria sobre o aumento da população e do aumento reduzido da produção de recursos e insumos reduzidos, e defendeu a necessidade do controle do aumento populacional através de casamentos tardios; celibato e castidade e numero de filhos reduzidos. Teoria conhecida posteriormente como malthusianismo e na década de 1970, como neo-malthusianismo.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Educação dos filhos , um desafio homérico ( Pais e Filhos - Jorge Hessen )

:: Bicho Solto? ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: O Karma e nossos filhos. ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: Videogames: a consolidação do hedonismo. ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: E quando os filhos crescem o que a mãe faz ? ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Quando a perda alheia nos modifica ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Maldita Revolução Sexual – Parte 2 – O mal institucionalizado. ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: A diferença entre satisfação e felicidade ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Casais sem filhos ou o momento históricos para tê-los. ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: O que dizer aos filhos quando eles atingirem a maturidade? ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Conciliando o trabalho e a maternidade... ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: O consumismo na adolescência... ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: A juventude atual sabe lutar por espaço na vida? ( Pais e Filhos - Luisa Lessa )

:: Laços de ternura ( Pais e Filhos - Tom Coelho )

:: A etiqueta e nossos filhos ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: Aproveitando melhor o tempo ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: O preço do caráter ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )

:: Pequenos Cidadãos? ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: O exemplo dos pais e os fabricantes de vagabundos. ( Pais e Filhos - Roberto Bastos )

:: Sofrimento de filho ( Pais e Filhos - Carlo Dionei )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo