-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Cidades
 
Elisabeth Camilo

[ Elisabeth Camilo ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Tradutora, jornalista e mestra em Letras - Linguagem e Memória Cultural.

 

Viver em Ouro Preto

Ouro  Preto,  harmonias  e dicotomias

 

            Viver em Ouro Preto  é  estar  sempre em conflito com tudo... Ao  se caminhar  pelas  tri-centenárias  ruas, se perder na observação  dos prédios barrocos  íntegros ou quase íntegros, acompanhar  a evolução da história dentro da história  é  um privilégio para poucos.  Nesse quesito, moradores  dessa  linda cidade de Minas Gerais só têm a ganhar...  Mas  queira comer um sanduíche simples  ou ir a um restaurante ...

            Morar  em cidade histórica  ou muito procurada pelo turismo é gastronomicamente  caro.  Comer  um simples  sanduíche com Coca-Cola se transforma  em hábito caro, imagine  ir  todos os fins de semana a um restaurante  no centro da cidade....  Comer  em Ouro Preto  comida de qualidade  e pagando barato  é um ato de heroísmo...  Agora, pensem, dirigir um carro...

            Ruas  estreitas  e sinuosas, muitas vezes  sem  saída, ladeiras íngremes  demais para carros que não sejam quatro por quatro....  Motoristas  sofrem  ao conduzirem  veículos  nessa  magnífica  cidade.  É um inferno mesmo...  Mas pensemos  em um leque extenso de  produções  culturais  que invadem a cidade  o ano inteiro.

            Culturalmente, a cidade  oferece aos moradores  e visitantes  exposições, shows públicos, teatro, dança, cinema, e toda  uma lista  de festas  folclóricas  e religiosas  que um brasileiro poderia querer.   Há  gosto cultural para tudo na  pérola de Minas  Gerais, na maioria das vezes  gratuito ou com preço módico.   Esse é um privilégio.    Mas  ele  vem  manchado com  festas  como o carnaval, por exemplo, quando toda a cidade sofre  com invasão de turistas  que  sujam  todo o perímetro urbano  e  destroem  a arquitetura.   Outro privilégio é ser cidade universitária....  Mas  privilégio para quem?

            Estudar  em Ouro Preto  deve  ser um sonho para estudantes do mundo  inteiro.  Eles têm casa, comida  e ensino de qualidade  gratuitos  ou quase gratuitos.  Eles  alugam as repúblicas  para  festas e  podem usufruir de uma das melhores estruturas acadêmicas  do país.   O privilégio é para eles  e não para a população que paga aluguéis  caríssimos  ou adentra  em construções  civis  mais caras  ainda.  E  à noite  e aos fins de semana,  o som  passa  dos decibéis  permitidos  e  alucina o morador, que sempre vai à mídia  reclamar. 

            A moda  é outro ponto divergente  entre os moradores.  É comum encontrarmos  mulheres com saias  longas  e hippies, homens  com bermudas  e jeans  e  nunca, nunca, se devem usar  saltos altos  e sapatos  sem adesivos antiderrapantes.   A moda de luxo  fica para outras cidades...

            Nós nos perderíamos aqui  discriminando todos os pontos harmônicos  e conflitantes  que culminam na cidade patrimônio do mundo, mas há um que todos concordam -  ela  é única no planeta....





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Sistema Municipal de Cultura de Itabira ( Cidades - Mauro Moura )

:: O Amor meio correspondido ( Cidades - Mauro Moura )

:: Ariano Suassuna, Ouro Preto e a Cadela Branquinha ( Cidades - Elisabeth Camilo )

:: Exemplo a ser seguido pensando na segurança dos usuários de bancos ( Cidades - Wallace Moura )

:: Participe bella do 40º Festival de Inverno de Itabira ( Cidades - Mauro Moura )

:: Ouro Preto, Trânsito e a Casa da Mãe Joana ( Cidades - Elisabeth Camilo )

:: Segundas-Feiras em Ouro Preto: desmotivação para turistas e perda imensa de receitas a partir do turismo ( Cidades - Elisabeth Camilo )

:: Pra frente, Brasil. ( Cidades - Mauro Moura )

:: Viver em Ouro Preto ( Cidades - Elisabeth Camilo )

:: A Sociedade do Espetáculo II ( Cidades - Elisabeth Camilo )

:: PAC das Cidades Históricas, Itabira continua em esforço de guerra ad eternum ( Cidades - Mauro Moura )

:: Duplicação da BR 381, remendo em pano velho ( Cidades - Mauro Moura )

:: Itabira em esforço de guerra ad eternum ( Cidades - Mauro Moura )

:: Recife e Salvador são as cidades mais difíceis de conseguir emprego ( Cidades - Isis Nogueira )

:: O grande baile, as princesas e o príncipe da paz ( Cidades - Elisabeth Camilo )

:: Ouro Preto - A Cidade sem Semáforos ( Cidades - Elisabeth Camilo )

:: A SMACON e seus paradigmas ( Cidades - Mauro Moura )

:: Presente de final de ano ( Cidades - Mauro Moura )

:: Incêndios em Ouro Preto ( Cidades - Elisabeth Camilo )

:: Jardim de plástico ( Cidades - Mauro Moura )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo