-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em História e Literatura
 
Roberto Bastos

[ Roberto Bastos ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Historiador, professor de História, monarquista, budista, ex-músico e eterno estudante de artes marciais.

 

Considerações literárias: diários, semanários e mensários...qual é a melhor escolha?


 Toda vez que lemos os jornais ou os compramos, observamos diferenças entre eles alguns são notícias atuais outras parecem estar atrasadas ou não mudaram as notícias. A verdade é que os jornais possuem diferenças entre eles, pois possuem objetivos e funções diferentes. Então neste presente artigo vamos apresentá-los e caracterizá-los. Apresentando argumentos plausíveis para sua melhor compreensão.


Diários – São jornais comprometidos com as notícias diárias e cotidianas trazendo informações atualizadas. Contudo atende a demanda de informações jornalísticas voltadas para as massas e aos interesses de quem lê, como também para quem o dirige. Comprometidos muitas vezes com a notícia ou o furo de reportagem. Sendo assim são lançados diariamente com notícias.

Semanários – São jornais de conteúdo semanário e seu conteúdo esta ligado a notícias de teor relevante ou de entretenimento e atende a demanda de um público em geral.

Quinzenários – São muito raros mas seus conteúdos informativos tem uma profundidade, muita das vezes filosófica e metódica, atendendo a demanda de um público seleto. Sendo lançados a cada quinze dias do mês.

Mensário - São jornais específicos que atendem um grupo seleto de leitores e a uma demanda cujos assuntos são mais direcionados e voltados para uma atenção e uma reflexão mais aguçado de suas matérias.


Depois de explicarmos o que são estas categorias periódicas de jornais, podemos afirmar que elas atendem os gostos de todos os leitores e suas necessidades informativas. Porém, somos nós que devemos selecionar o que vamos ler e nos comprometermos com nossas vidas interiores e nossas relações com o mundo que os cerca.






Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Remanso da vida ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: Ter bons amigos é ter mais saúde e felicidade ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: Um olhar sobre o ensino de português ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: O português é uma realidade monolítica no Brasil? ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: História Cultural: o Rock n’ Roll brasileiro da década de 1980. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Década de 1970 – O contexto musical do Brasil: o Estrangeirismo. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: O que é a verdade? ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: Epiteto: Filósofo e escravo. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Apreciação literária: Paz Guerreira de Talal Husseini. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Ariano e sua eterna luta contra moinhos que não são de ventos. ( História e Literatura - José Flôr )

:: História das mentalidades: O Esperanto. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Coração da Mata ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: O redescobrimento do Heliocentrismo e da esfericidade da Terra. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Considerações literárias: diários, semanários e mensários...qual é a melhor escolha? ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: Quinze de novembro de 1889 – O golpe da República e a interrupção do processo civilizatório. ( História e Literatura - Roberto Bastos )

:: A arte de viver só ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: A desesperança em Wander Piroli ( História e Literatura - Lecy Pereira )

:: O mito da palavra Saudade ( História e Literatura - Luisa Lessa )

:: A Cultura do hedonismo e o Vale+ Cultura ( História e Literatura - Mauro Moura )

:: Profissionais da História ( História e Literatura - Roberto Bastos )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo