-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Vida e Saúde
 
Luisa Lessa

[ Luisa Lessa ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Uma estudiosa da vida, amante da ciência e dos bons textos.

 

O mundo necessita de comunicação e humanismo

O meio social enseja ao ser humano o convívio com outros, em diferentes ambientes e situações de vida. E nos diversos ambientes a comunicação entre as pessoas pode ser verbal ou não verbal. Os relacionamentos interpessoais, decorrentes de processos comunicativos, são os responsáveis pela evolução social, educacional e profissional. É através da linguagem que o ser humano expressa pensamentos e sentimentos que vão refletir comportamentos e dão razão ao viver. Então, quanto mais harmônicas e respeitosas foram as trocas comunicativas, mais felicidade sentirão as pessoas. É difícil conviver, trabalhar e interagir com gente autoritária, intransigente, egoísta, vaidosa, egocêntrica,”dona da verdade”. 

A vida requer humanismo. Sem ele o mundo fica pobre e caótico nas relações sociais. Além desse aspecto humanitário no mundo do trabalho, o uso das palavras, no cotidiano das vidas, liga-se diretamente à ética. Assim, as palavras são responsáveis pela boa convivência entre as pessoas nos mais diversos ambientes em que convivem. O respeito mútuo é a palavra de ORDEM. Isso por que em ambiente harmônico as pessoas trabalham com prazer e felicidade. Quando o espaço é desarmônico, cai a qualidade dos serviços e eles se tornam sacrifícios, cargas e pesadelos. Assim, é prudente, sempre, respeitar a ética, que corresponde aos códigos de conduta, preceitos considerados legítimos para a sociedade alcançar o bem estar. Essa ética está assentada em valores, tais como, educação, compreensão, responsabilidade, dever, tudo aquilo para a sociedade alcançar uma vida com harmonia, prazer, sabedoria, segurança, amizade, justiça e igualdade. O direito de um termina onde começa o do outro. Para isso é preciso compreender que os valores e as crenças estão presentes em todas as relações interpessoais, principalmente em situações de conflito, quando o pensamento de uns entra em contradição com o de outros. Mas não há nada que um gesto de amor, compreensão, solidariedade e respeito não possa solucionar. O difícil é conviver com a “empáfia” e a “soberba” de tantos que desejam pisar sobre outros. 


Também não se pode esquecer que o uso da palavra escrita, em qualquer veículo midiático, pode criar conceitos e consciências sociais, ou dizendo de outra forma, as palavras escritas podem mudar atitudes, comportamentos e a vida de muitas pessoas. Assim, essas palavras escritas vão atuar não somente como meios informativos, mas como lições que as pessoas podem apreender para si. Por isso é importante investir em conhecimento, por meio da formação continuada, como forma de ofertar ao mundo pessoas melhor preparadas nas profissões e ofícios. Igualmente importante, é o humanismo. 

De nada adianta ter muito conhecimento e não usá-lo em prol do bem comum. Um gênio sem humanidade é como um terremoto demolidor. E a atual sociedade contemporânea, globalizada e competitiva, exige um redimensionamento de padrões de comportamento social e condena o individualismo e o egocentrismo. Exige uma retomada da divisão social do trabalho, requer respeito às diversidades e, em especial, uma atenção ao ser humano que é o centro do universo. É como diz Charles Chaplin: “ Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido”. 





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: A dor da perda afetiva ( Vida e Saúde - Luisa Lessa )

:: Papel da Internet na vida das pessoas ( Vida e Saúde - Luisa Lessa )

:: A praga do século II ( Vida e Saúde - Nylton Batista )

:: A praga do século ( Vida e Saúde - Nylton Batista )

:: Um pouco de magia ( Vida e Saúde - Elisabeth Camilo )

:: A genialidade de uma surdez... Ludwing van Beethoven ( Vida e Saúde - Jorge Azevedo )

:: Aids, o mal do século? ( Vida e Saúde - Jorge Azevedo )

:: Tratamento rejuvenescimento facial com aplicação de vitamina C ( Vida e Saúde - Ana Monteiro )

:: O mundo necessita de comunicação e humanismo ( Vida e Saúde - Luisa Lessa )

:: Síndrome do Pânico ( Vida e Saúde - Cíntia Vilani )

:: Não matarás ( Vida e Saúde - Nylton Batista )

:: Casamento como fator social ( Vida e Saúde - Cíntia Vilani )

:: Sobre o programa Mais Médicos ( Vida e Saúde - Gizelle Saraiva )

:: Drogas lícitas ou ilícitas: o poder destruidor de ambas e a necessidade de mudança na Legislação ( Vida e Saúde - Mizael Souza )

:: Alcoolismo: mentiras, verdades e a cura ( Vida e Saúde - Mizael Souza )

:: Libertinagem em uma Sociedade Relativista ( Vida e Saúde - Mizael Souza )

:: O segredo mastigação ( Vida e Saúde - Nylton Batista )

:: Tabaco zero ( Vida e Saúde - Nylton Batista )

:: Como parar a ansiedade ( Vida e Saúde - Ana Fabyely Kams )

:: A personalidade das pessoas ( Vida e Saúde - Luisa Lessa )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo