-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Crônicas e Poesias
 
Jorge Azevedo

[ Jorge Azevedo ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Paisagista, Decorador, Professor e Poeta

 

O sonho do menino

Onde está a mãe do menino,
deitado na praça, sob o oitizeiro,
o short encardido, os pés descalços
em plena madrugada de junho?

Onde está o pai do menino,
correndo na rua, um relógio na mão,
atravessando a rua sem olhar para trás
em pleno tarde de um mês de verão?

O menino está sentado na areia da praia,
olhando meninos de roupa engomada,
passeando de mãos dadas com mulheres
de avental xadrez azul e branco e gorro.

O menino está parado diante do restaurante,
olhando mesas fartas de pessoas famintas,
pensa o menino um jeito somente de afanar
um pedaço de carne de algum dos pratos.

Onde estão seus pais nesse momento, menino?
Alguém disse que você não é filho de um pai,
alguém disse que sua mão lhe deixou pequeno,
ninguém sabe de onde você vem, aonde vai.

O menino deitado sob a marquise deve ter
irmãos em algum lugar, tios felizes e sobrinhos,
deve ter avós que não sabem que ele existe,
ou será que sabem e lhe buscam por aí?

A cabeça do menino coça em seus dedos,
sem banho e sem escova, sente seu cheiro,
olha o céu aberto, forrado pela Lua e estrelas,
chora o menino, a fome dói-lhe o estômago.

O menino está andando na linha do trem,
há outros meninos jogando bola na escola,
ele ouve a campainha tocando no final da tarde
e ver crianças como ele tendo para onde voltar.

A igreja no fim da rua está com as portas abertas,
sentado nos degraus de cimento carcomido
ele estende as mãos e guarda algumas moedas,
que serão trocadas mais tarde na padaria, por pães.

A noite chega, o menino volta para a praça,
se deita e dorme sob o centenário oitizeiro,
sonha o menino... O que sonha o menino?
No sonho do menino ele vê, seus pais chegando.

Recife, 28 julho 2016





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Serei professor ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: A lágrima e poça dágua ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Natureza enamorada ( Crônicas e Poesias - Luisa Lessa )

:: A despedida ( Crônicas e Poesias - Luisa Lessa )

:: Sutilezas do amor ( Crônicas e Poesias - Aparecida Ramos )

:: Lá de onde eu vim ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Ah se essas gentes um dia ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: É mais que amor ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: Pairando na alegria ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: Avessos da vida ( Crônicas e Poesias - Luisa Lessa )

:: O dia que eu voltei para a estrada por causa de Rita ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Esse sentimento chamado amor ( Crônicas e Poesias - Luisa Lessa )

:: Deus, a criança e um pirulito ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: O que representa quando digo ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Seu corpo, meu universo ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Onde... Onde... ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: Renascer ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: Por um tempo sem tempo ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: No mundo de papelão ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Humanidade há, na humanidade? ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo