-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Crônicas e Poesias
 
Osvaldo Heinze

[ Osvaldo Heinze ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
A partir de 1974 iniciei minha caminhada no campo das artes plásticas, música e literatura. Lancei meu livro em Abril de 2007.

 

História sem cor

Tenho visto aos bandos
seres que não gostam de cores
conversando em branco e preto
caminhando em preto e branco
cantando em branco e preto
sorrindo em preto e branco.

Até mesmo os palhaços atuais
fazem graças em branco e preto.
Crianças brincam em preto e branco.
Velhos olham em branco e preto.
Cachorros uivam em preto e branco.
Aves presas cantam em cinza.

Cadê o que dá o colorido???

Pois até nós os loucos
antes tão cheios de cores, agora
enlouquecemos em branco e preto
blasfemamos em preto e branco
depois dançamos em branco e preto
e terminamos chorando sem cor.

Fico a me perguntar:
As pontas dos lápis de cores
não se deixam mais apontar?
As cacholas deram pau
e não sabem mais pintar?

Os arco-íris estão à solta
é preciso sentir o céu!
Ser feliz é gratuito
façamos chãos de flores!

Cada qual é o criador
da sua história de cor!...





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: A obra poética ( Crônicas e Poesias - Luisa Lessa )

:: Finalidade de vida ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: Adeus maledeta ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: Com todo o meu amor ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: Borras de café ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Mãe, não me espere para jantar ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Qual o Deus que lhe acompanha? ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Meu Céu ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: Morena doce ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: Prefiro ser teu ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: Se o caçador não vai a montanha... ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: O dia que Deus passeou comigo de mãos dadas ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Serei professor ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: A lágrima e poça dágua ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Natureza enamorada ( Crônicas e Poesias - Luisa Lessa )

:: A despedida ( Crônicas e Poesias - Luisa Lessa )

:: Sutilezas do amor ( Crônicas e Poesias - Aparecida Ramos )

:: Lá de onde eu vim ( Crônicas e Poesias - Jorge Azevedo )

:: Ah se essas gentes um dia ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )

:: É mais que amor ( Crônicas e Poesias - Osvaldo Heinze )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo