-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Empresarial
 
Tom Coelho

[ Tom Coelho ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Formação em Publicidade e Economia. Especialização em Marketing e em Qualidade de Vida no Trabalho.

 

Fusões e desemprego

 “No mundo globalizado,
ou você compra ou é comprado.” 
(Francisco Gros)


Se estivesse vivo, Aldous Huxley poderia escrever hoje “Admirável mundo oligárquico”. Não seria uma fábula, mas um documentário sobre o universo corporativo a partir dos anos 1990. 

Com o fim da guerra fria e o advento da internet, surgiu a era do conhecimento, marcada pela queda das barreiras geográficas e econômicas. A velocidade das transações, o fluxo de informações, a integração promovida pela globalização desenhou um novo paradigma no mundo dos negócios segundo o qual é necessário crescer continuamente.

Fusões, aquisições, incorporações e seus correlatos foram a resposta imediata a esta demanda. O nome do jogo é ganho de escala. Concentrando-se a produção numa mesma unidade industrial, reduz-se a capacidade ociosa das instalações. Unificando-se as operações administrativas, ganha-se celeridade e economia nos processos.

Houve uma época na qual se procurava combater a formação de oligopólios e cartéis. Tempos áureos do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) julgando administrativamente compras, vendas e associações de empresas sob a égide da lei antitruste buscando zelar pela licitude concorrencial.

O que vemos hoje é a concentração econômica em todos os segmentos. Os bancos largaram na frente, seguidos pelas mineradoras, siderúrgicas, farmacêuticas, montadoras, autopeças, empresas de telecomunicações, eletroeletrônicos e tantas outras. 

A grande preocupação de outrora era com relação ao impacto destes movimentos em relação aos preços, ou seja, a criação de megaempresas sufocaria a concorrência, prejudicando os consumidores, em especial em países como o Brasil onde as chamadas agências reguladoras são, em sua maioria, ineptas e frágeis.

Mas o maior subproduto de fusões e aquisições é mesmo o desemprego. Afinal, não faz sentido manter duas agências bancárias com igual bandeira na mesma calçada, dois profissionais com funções equivalentes para uma mesma atividade.

Aos governos, cabe repensar a legislação que rege as operações de compra e venda de empresas, em especial buscando proteger companhias de pequeno e médio porte da canibalização do mercado.

Aos RHs das empresas, ficam desafios. Primeiro, para conciliar culturas e valores muitas vezes díspares, buscando a criação de uma identidade corporativa única. E segundo, para conduzir os planos de demissão, procurando arrefecer a dor dos que saem e aplacar os temores e a insegurança dos que ficam.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Regras de ouro para administrar o tempo ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Anarquia institucional ( Empresarial - Tom Coelho )

:: A arte de empreender ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Quando você não é visto ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Fusões e desemprego ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Portas abertas ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Aplicando 5S na vida pessoal ( Empresarial - Tom Coelho )

:: A força da vocação ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Aplicando 5S nos escritórios de advocacia ( Empresarial - Tom Coelho )

:: A arte da chutometria ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Apesar de vocês ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Recordar é viver ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Maratona da vida ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Sonhos e metas ( Empresarial - Tom Coelho )

:: Imoralidade administrativa... ( Empresarial - Andréa Pereira )

:: Maturidade administrativa... ( Empresarial - Andréa Pereira )

:: Processos inovadores.. ( Empresarial - Andréa Pereira )

:: Relações interpessoais no trabalho.. ( Empresarial - Andréa Pereira )

:: Profissão : Gestor... ( Empresarial - Andréa Pereira )

:: Buscando novas metas... ( Empresarial - Andréa Pereira )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo