-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Política
 
Jorge Azevedo

[ Jorge Azevedo ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Paisagista, Decorador, Professor e Poeta

 

Provas e evidências

Como não falar sobre o que está ocorrendo se o que está ocorrendo mexe não somente comigo, mas, com todo o país que eu vivo?

A chapa Dilma/Temer foi absolvida pelo STE, por falta de provas. Há um jargão no mundo jurídico que defende o réu quando as provas contra ele não são consistentes "na dúvida é melhor absolver um criminoso que condenar um inocente", que não se enquadra em nenhum parâmetro dentro da realidade ora em pauta.

Há empresários e políticos presos. Presos em cadeias e presos em suas mansões. Há empresários e políticos, políticos inclusive, do primeiro escalão sendo investigado, afastados dos seus postos, por causa dos crimes cometidos nas ocasiões citadas e julgadas. Empresários e políticos confessaram seus crimes, apontaram destinos e endereços... Não são evidências, são provas. Provais cabais, não provas oportunas, provas acidentais.

O Brasil sabe das provas, a Suíça, os Estados Unidos, a França, a Inglaterra. O mundo divulga e noticia os crimes ocorridos no Brasil. As maiores empresas brasileiras estão sendo processadas no mundo. Há gráficas que receberam dinheiro e não prestaram serviços, simplesmente porque não tinham maquinários e nem funcionários e isso não é prova de falcatrua? Os marqueteiros confessaram como e de onde vinham os dinheiros das campanhas e isso não é prova? Não é evidência, certamente não é evidência, é prova e prova de primeira qualidade. Eles estão presos por causa destas ações e estas ações não existem para os membros do TSE?

Quando em janeiro de 2017 o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes foi jantar no Palácio do Jaburu com o senhor presidente da república, sem agendamento oficial, não foi o amigo Gilmar Mendes jantar na casa do amigo Michel Temer. Foi jantar na casa do Presidente Temer o presidente do TSE, Gilmar Mendes. A imprensa noticiou e durante todo o processo o ministro Gilmar Mendes procurou os caminhos da absolvição chegando, em certas oportunidades, a demonstrar total parcialidade na ação que estava conduzindo.

Tenho lido, curioso que sou em todo tipo de leitura, histórias e mais histórias de julgamentos e condenações onde as evidências se tornaram instrumentos comprobatórios de culpas. Estou falando aqui em evidências. No caso presente houve provas, além das evidências, que não foram levadas em conta por juízes tarimbados, ali, na mesa, não estava nenhum leigo como eu, nenhum analfabeto jurídico como eu, nenhum tolo como eu. Estavam ali, homens de apurados saberes, aptos a diluir entre evidências, provas, mentiras e verdades, o suco necessário para não encher as taças brasilianas de fel, mas de mel.

Se necessitava de evidências para provar que houve propina na eleição de Dilma/Temer, evidências não faltaram. Se necessitavam de provas para provar que houve propina na eleição de Dilma/Temer, provas não faltaram. O que faltou foi honestidade naqueles que absolveram o crime condenando a sociedade. O que faltou foi honradez naqueles que legalizaram o crime e criminalizaram a honestidade. O que faltou foi coragem naqueles que se curvaram diante do poder e se acovardaram diante da história.

Culpas e evidências não faltaram para o Brasil se ver lavado da vergonha patrocinada pelo PT e seus associados. Culpas e evidências não faltaram para os ministros interromperem a escalada criminosa que se transformou o poder político no Brasil. Culpas e evidências não faltaram para evidenciar as provas colhidas em tantos inquéritos instalados para condenar criminosos contumazes pelos crimes cometidos repetidas vezes. Foram malas e malas de provas e evidências, que cegos, não foram vistas por quem usando de artifícios tentou cegar a capacidade de raciocínio de um povo. Não faltaram provas, não faltaram evidências para alguns membros do TSE condenar a chapa Dilma/Temer. Faltou postura de homens públicos honrados. Faltou atitudes de homens honestos julgando criminosos. Faltou respeito às suas dignidades e à suas biografias, homens que por obrigação constitucional, ética e moral deveriam, salvaguardar sobre quaisquer vantagens, suas dignidades e suas biografias.

Certamente não foi por falta de evidências e nem de provas, foi por falta de sentimento cívico.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: A crise no Rio de Janeiro. ( Política - Roberto Bastos )

:: PSDB, o partido que não sabe o que quer ( Política - Jorge Azevedo )

:: Sobre as terceirizações ( Política - Roberto Bastos )

:: As mentiras de um governo ( Política - Jorge Azevedo )

:: Presídios lotados ( Política - Roberto Bastos )

:: Confissão de culpa ( Política - Jorge Azevedo )

:: Toalhas de prato ( Política - Jorge Azevedo )

:: Provas e evidências ( Política - Jorge Azevedo )

:: Encontro de exércitos ( Política - Jorge Azevedo )

:: Se todos são inocentes, quem são os culpados? ( Política - Jorge Azevedo )

:: Céus da Síria ( Política - Jorge Azevedo )

:: O valor do meu voto ( Política - Jorge Azevedo )

:: O pesadelo era sonho ( Política - Jorge Azevedo )

:: O poder da vergonha II ( Política - Manoel Tupyara )

:: O Poder da Vergonha I ( Política - Manoel Tupyara )

:: A democracia não merece isto. ( Política - Manoel Tupyara )

:: O Brasil político e seus políticos ( Política - Jorge Azevedo )

:: O processo de impeachment da presidente Dilma ( Política - Jorge Azevedo )

:: Faltou cimento, a casa caiu ( Política - Jorge Azevedo )

:: Constrói-se nova mentalidade nacional ( Política - Nylton Batista )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo