-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Atualidades
 
Elisabeth Camilo

[ Elisabeth Camilo ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Tradutora, jornalista e mestra em Letras - Linguagem e Memória Cultural.

 

Nosso pobre Brasil - caso 1

 Vivemos hoje, no Brasil, uma guerra declarada e, talvez, pouco percebida. Ontem, cheguei à conclusão de que vivemos como os fanáticos torcedores de tipos rivais e vou usar como exemplo um caso que avaliei há alguns anos: o Clube Atlético Mineiro estava a ser rebaixado no brasileirão mas ia representar as Minas Gerais e o Brasil na Copa Libertadores da América.  Seria o único time mineiro a chegar naquele ano naquela posição.  Vi amigos cruzeirenses fazendo figa para o CAM perder o título simplesmente porque era o CAM.  Perguntei a um deles se não era possível pensar que se tratava não do Atlético Mineiro, mas do Brasil no campeonato e ouvi com clareza que não era importante esse dado, Atlético tinha que perder... 

  Essa boa comparação me leva, hoje, a refletir sobre o nosso pobre país, dividido na dicotomia PT (e seus admiradores) x PSDB (e seus admiradores).Não importa se os candidatos de um ou de outro partido são bons – o que se admite é a proposição universalizada em nosso país de que “ se se é filiado desse ou daquele partido, não é bom”.  Tive uma excelente professora no curso de jornalismo que introduziu em meu repertório vocabular o termo “ cordialidade”, não como imaginamos o que é ser “cordial”. 

  Cordialidade é seguir uma mesma ideologia porque alguém que nós admiramos faz parte dela.  É aceitar as proposições sem refletir.  A análise desse termo me levou a ler o livro “Ensaio sobre a cegueira”, do ilustre Saramago e depois assistir o filme.

O que vemos desde sua descoberta pelos portugueses? Vemos que o Brasil é um país de pessoas “cordiais”, que jamais mudam de propostas, sejam quaisquer que elas sejam, porque:

·         fulano (a) rouba mas faz;

·         minha família sempre foi aliada desse partido ou ideologia e não vou mudar.

 Como no exemplo do clássico do esporte mineiro, não importa se o que está em jogo é a manutenção ou estabilidade de qualquer coisa, o país não importa, a honra não importa... 

Ouvimos sempre que se fulano ou fulana recandidatar, indiferentemente de seu partido, voto nele (a) novamente.  Desejo a morte ao adversário, à direita ou à esquerda, a qualquer um que for contra meu malvado favorito.

 Está na hora de os brasileiros pensarem mais no Brasil!  Renovação política em todos os aspectos, mudanças ideológicas também, novo quadro no exterior.  Temos que eliminar o que os diretores de novelas e cinemas apontam: o Brasil é um paraíso para corruptos (mesmo os estrangeiros) e um inferno para os bons e amáveis brasileiros.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Malmequer, bem-me-quer, malmequer: a vitória da corrupção no paraíso chamado Brasil ( Atualidades - Elisabeth Camilo )

:: Onde está esta de Greve Geral? ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Nosso pobre Brasil - caso 1 ( Atualidades - Elisabeth Camilo )

:: Tudo pode acabar amanhã ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: A internet induz a erros ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Geração sem-sem ( Atualidades - Tom Coelho )

:: A internet induz a erros ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Mudança de atitudes ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: O aborto pode ser um ato de amor ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Do osso à patente. ( Atualidades - José Flôr )

:: O anel e a memória ( Atualidades - Elisabeth Camilo )

:: Preso é ser humano e o ser humano é mutável ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Guerra nuclear seria possível? ( Atualidades - Jorge Hessen )

:: Lindo Rio de Janeiro ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Papel da Internet na vida das pessoas ( Atualidades - Luisa Lessa )

:: Quando prioridade deixa de ser ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: O Brasil de ontem e o Brasil de hoje ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: O ocaso de um rei ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Reflexões sobre o Brasil 01 ( Atualidades - Elisabeth Camilo )

:: Rio de Janeiro e Ouro Preto ( Atualidades - Nylton Batista )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo