-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Política
 
Jorge Azevedo

[ Jorge Azevedo ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Paisagista, Decorador, Professor e Poeta

 

As mentiras de um governo

Alguém está mentindo, alguém está enganando mais uma vez o povo brasileiro. Crise não existe no Brasil e o aumento dado ao Salário Mínimo é um convite para o povo armar-se de revolta e ir para as ruas derrubar este governo. Aumentar impostos é uma agressão e a agressão se reflete como um convite ao povo armar-se de revolta e ir para as praças e derrubar esse governo.

Chega de mentiras, chega de enganações. Chega de um presidente maldoso, vampiro. Chega de um Congresso Nacional vestido de rapinas, de corvos comendo o fígado dos brasileiros. Os brasileiros precisam urgentemente sair do comodismo das cervejas, das rodadas de samba, das bolsas esmolas e sair para as ruas, para as praças gritando suas forças, já que estão os brasileiros abandonados por todas as forças e incluo nesse abandono as Forças Armadas.

Chega de inércia, de mentiras. Temos um presidente facínora que está mentindo para o povo. Temos um Ministro da Fazenda mentiroso que está enganando o povo. Temos um Congresso Nacional mentiroso que está enganando o povo. Temos três poderes mentirosos que estão enganando o povo. Temos um povo covarde, cúmplice que está sendo enganado e não reage.

Chega de mentiras. Vamos nos armar de revoltas e ir para as ruas, para as praças gritar contra a mentira desse governo, contra as mentiras desse presidente, contra as mentiras do Congresso Nacional, contra as mentiras de um povo que se faz de inocente para não se ver culpado. Estamos sendo culpado permitindo que tudo continue como está. Estamos nos prostituindo junto a quem já se prostituiu com a alcunha de político. Não podemos aceitar mentiras como verdades. Vamos para as ruas contra os impostos, contra a recessão, contra as mordomias, contra os juros escorrachantes que minam o sacrifício de um povo.

Que povo é esse que nos transformamos? Que povo covarde e sem brio é esse povo brasileiro, desconhecido para mim? Que povo pacífico é esse, que roubado, ludibriado, enganado nada faz, não toma uma reação, não reage? O que fizeram de nós esses políticos ladrões, corruptos, enganadores? Em que eles nos transformaram, minaram nosso poder de reação, de luta? Onde estão aqueles brasileiros que pintavam as caras e iam para as ruas? Onde estão aqueles brasileiros que enfrentaram as armas do poder e morreram e mataram em nome de uma ideologia? Onde estão esses brasileiros, que com os seus gritos tiraram o Brasil das garras de uma ditadura, derrubaram dois presidentes na fase pós ditadura? O que fizeram com esses brasileiros?

Chega de mentira presidente Temer. Chega de mentira Congresso Nacional. Chega de mentiras ministros de mentira. Chega de mentira, chega! O Brasil está em crise, precisando de dinheiro e acaba de liberar TRÊS BILHÕES E SEISCENTOS MILHÕES DE REAIS, para as campanhas políticas. Mentem descaradamente o presidente da republica, o ministro da fazenda, o congresso nacional quando dizem que precisam de dinheiro. Precisam como, se tiram dinheiro da Educação, da Saúde, da Segurança, da Infra Estrutura para bancar políticos ladrões e corruptos? Não acredito que nós brasileiros aceitemos mais esse assalto orquestrado pelos três poderes contra os nossos salários.

Vamos para as ruas e praças com nossa vozes para derrubar esses corruptos que a cada dia nos roubam mais um pouco e se nossas vozes não derem resultado... SESSENTA MIL brasileiros morreram o ano passado, assassinados no Brasil! Estamos vivendo uma guerra civil camuflada... Se nossas vozes não derem resultado, melhor viver numa guerra civil declarada, assim olharemos as caras dos nossos inimigos como inimigos e não como nossos políticos. O Brasil não está sem dinheiro, não precisa de reforma trabalhista e nem de reforma da previdência, se precisasse de verdade não seriam liberados R$ 3.600.000.000,00 para campanhas politicas.

Braços descruzados brasileiros contra as mentiras do governo que está mentindo mais uma vez para nós, os brasileiros. Ou derrubamos esses corruptos do poder ou o poder corrompido não nos deixará levantar nunca mais.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Sobre as terceirizações ( Política - Roberto Bastos )

:: As mentiras de um governo ( Política - Jorge Azevedo )

:: Presídios lotados ( Política - Roberto Bastos )

:: Confissão de culpa ( Política - Jorge Azevedo )

:: Toalhas de prato ( Política - Jorge Azevedo )

:: Provas e evidências ( Política - Jorge Azevedo )

:: Encontro de exércitos ( Política - Jorge Azevedo )

:: Se todos são inocentes, quem são os culpados? ( Política - Jorge Azevedo )

:: Céus da Síria ( Política - Jorge Azevedo )

:: O valor do meu voto ( Política - Jorge Azevedo )

:: O pesadelo era sonho ( Política - Jorge Azevedo )

:: O poder da vergonha II ( Política - Manoel Tupyara )

:: O Poder da Vergonha I ( Política - Manoel Tupyara )

:: A democracia não merece isto. ( Política - Manoel Tupyara )

:: O Brasil político e seus políticos ( Política - Jorge Azevedo )

:: O processo de impeachment da presidente Dilma ( Política - Jorge Azevedo )

:: Faltou cimento, a casa caiu ( Política - Jorge Azevedo )

:: Constrói-se nova mentalidade nacional ( Política - Nylton Batista )

:: Brasil - Crise de Identidade 1 ( Política - Elisabeth Camilo )

:: Acordo da polêmica II ( Política - Nylton Batista )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo