-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Religião Outras
 
Roberto Bastos

[ Roberto Bastos ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Historiador, professor de História, monarquista, budista, ex-músico e eterno estudante de artes marciais.

 

Compreendendo o Politeísmo.


Quando dialogamos com as pessoas sobre o politeísmo, tanto dos povos antigos como nas demais crenças atuais, as expressões manifestadas são de incompreensão, intolerância, anacrônias e escárnios.

 O politeísmo, significa Poli – muitos, Theos – Deus e Inteligência, e ismo, sufixo que designa engajamento. Desta forma se faz entender a manifestação de seres mais elevados espiritualmente e energeticamente que os humanos e que são reverenciados, admirados e louvados pelos segundos. Embora, esses seres divinos ainda estejam presos a suas Rodas de Samsara e sofrerem a ação do Karma acumulado por eles.


Compreender os outros e respeitar suas crenças, seus caminhos e suas formas de serem e estarem no mundo é um dever nosso e um exercício de alteridade. Assim como compreender e aceitar a manifestação de divindades que se inserem em uma harmonia cósmica, natural e mental, que nos emprestam ou doam suas energias a fim de realizarem o funcionamento sútil do mundo como o conhecemos.

Podemos classificar o politeísmo como:


  • ·         DEÍSMO: Os deuses presentes na Natureza, considerados como Deuses Completos, que exercem suas funções planetárias e cósmicas. Chamados pelos japoneses de Kami (uma denominação shintoísta para a essência divina em todas as coisas da natureza). Tal princípio eram defendido pelos filósofos Giordano Bruno e Baruch Espinosa.
  • ·         TEÍSMO: Os deuses para além da Natureza, alguns são considerados como Deuses Mentais e outros como Deuses Completos, cujas funções são de padroeiros, influenciadores e guardiões, cujos poderes se manifestam nas ações e sentimentos humanos. Sócrates chamava o Deus pessoal de cada pessoa de Daemon, um princípio imanente de chama divina dentro da pessoa.

Quando abordamos o assunto sobre “Deuses” em culturas, sejam elas antigas ou atuais ou interpretações Jungianas somos vistos com maus olhos e como consequência somos rechaçados. Em virtude da ausência de compreensão, do fanatismo e do ódio as idéias e ao diferente e da imposição do monoteísmo na sociedade.


Desta forma não devemos impor nossas ideias mas aceitar e nos enxergarmos nos outros e nos inspirarmos em suas virtudes e vidas  morais, pois idéias são imortais e atemporais.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Compreendendo o Politeísmo. ( Religião Outras - Roberto Bastos )

:: Eu não sou mais espírita! “Ex-espírita” será imaginável? ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: As bebidas alcoólicas são tóxicos fatais ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: “Sim” ou “não”, eis a questão ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: O suicido ante a cordilheira de apelos vazios na mente dos jovens ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: Acatemos a dor física como educadora da alma ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: “Andar com fé eu vou...” ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: As expressões “Kardecismo” e/ou “kardecista” não devem ser desestimadas ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: Intersexualidade, o ser humano não se reduz à morfologia de “macho” ou “fêmea” ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: O orador espírita deve rejeitar plágios e ribaltas circenses ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: A prece ( Religião Outras - Jorge Azevedo )

:: Tatuagens estigmatizam a alma? ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: Coerência da Lei Divina ante a reencarnação ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: “Fogo fátuo” e “duplo etérico” - o que é isso ? ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: Algumas ideias que Einstein fazia sobre Deus ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: “Mediúnica” aberta ou fechada? ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: Destino e a opção pelo caminho certo ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: Caiu do avião, do paraquedas, do arranha céu e não faleceu – “milagre”? ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: Sempre pela conservação da vida ante a moléstia delongada ( Religião Outras - Jorge Hessen )

:: Vida inteligente só existe na Terra? ( Religião Outras - Jorge Hessen )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo