-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Atualidades
 
Fabiana Barros

[ Fabiana Barros ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Jornalista, contista, escritora e palestrante. Escreveu roteiros para televisão e cinema, além de musicais infantis. Autora de diversos livros.

 

Penso, logo tenho opinião

    A democracia conquistada pelo ser humano vem esbarrando no excesso de liberdade de expressão e essa “independência” está violando o direito de ser e estar de muitas pessoas que pensam ou agem diferente da maioria. O politicamente correto se confunde com um pseudo moralismo que invade as redes sociais e os veículos de comunicação. Falar e escrever o que pensa, às vezes, transforma a boca humana numa arma social que cria guetos, castas e um distanciamento perigoso entre pessoas com ideologias, crenças e raças diferentes.

  Qual o limite para a liberdade de expressão sem fronteiras e para o personagem do politicamente correto? E onde eles se misturam? O ideal nem sempre corresponde à realidade, a imagem e semelhança que o homem cria em relação aos outros seres humanos, mas essa idealização do certo não pode e nem deve chocar-se com conceitos e regras criadas de maneira particular. A definição de errado para uma pessoa pode confrontar-se com a ideia, com o ponto de vista de outro ser humano em relação ao mesmo assunto. É preciso promover a paz e principalmente o respeito na sociedade. E o melhor e mais curto caminho para a realização deste propósito é investindo na educação. O conhecimento é a ponte que diminui distâncias e derruba fronteiras físicas e imaginárias criadas pela semente da ignorância.

  A partir do momento que o ser humano perceber, conquistar a consciência da importância da união entre as raças e os sexos, ele será capaz de evitar problemas, muitas vezes, criados por esta lacuna social. Respeitar o limite do outro, ouvir sem criticar, julgar e nunca excluir.

  A frase do filósofo e matemático francês René Descartes: “Penso, logo existo” dará muito mais sentido à existência humana e promoverá uma maior evolução da humanidade, caso o homem perceba que pensar e emitir uma opinião não significa agredir verbalmente e desrespeitar quem pensa de maneira distinta dele.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Quem com ferro fere ( Atualidades - Elisabeth Camilo )

:: Massacre na Flórida ( Atualidades - Jorge Hessen )

:: Penso, logo tenho opinião ( Atualidades - Fabiana Barros )

:: Malmequer, bem-me-quer, malmequer: a vitória da corrupção no paraíso chamado Brasil ( Atualidades - Elisabeth Camilo )

:: Onde está esta de Greve Geral? ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Nosso pobre Brasil - caso 1 ( Atualidades - Elisabeth Camilo )

:: Tudo pode acabar amanhã ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: A internet induz a erros ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Geração sem-sem ( Atualidades - Tom Coelho )

:: A internet induz a erros ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Mudança de atitudes ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: O aborto pode ser um ato de amor ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Do osso à patente. ( Atualidades - José Flôr )

:: O anel e a memória ( Atualidades - Elisabeth Camilo )

:: Preso é ser humano e o ser humano é mutável ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Guerra nuclear seria possível? ( Atualidades - Jorge Hessen )

:: Lindo Rio de Janeiro ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: Papel da Internet na vida das pessoas ( Atualidades - Luisa Lessa )

:: Quando prioridade deixa de ser ( Atualidades - Jorge Azevedo )

:: O Brasil de ontem e o Brasil de hoje ( Atualidades - Jorge Azevedo )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo