-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Turismo
 
Fábio Cunha

[ Fábio Cunha ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Microempresário, músico. jipeiro e Inconformado.

 

A travessia do pantanal do Mato Grosso

Saímos ao raiar do sol da Chapada dos Guimarães rumo a Rio Verde. Pegamos um caminho alternativo passando por vilarejos de difícil acesso como Pirizal e Manduvi. Fizemos esse trecho como alternativa para o trecho original que previa balsa por Porto Jofre e 500 km a menos.

Pelo meio do Pantanal matogrossense assistimos ao abandono dos brasileiros moradores do interior do país. Pequenos vilarejos com casas de adobe, um tipo de tijolo feito de barro batido e folha seca, predominam na região. Uma técnica vista em toda a América Latina que proporciona grande conforto térmico dentro das habitações. A Expedição Brasil Melhor mudou  a forma de atuação de sua ação social e agiu em duas frentes. Uma se dirigiu por estrada e fez doações em Rio Verde à tarde, e outra encheu os carros com mantimentos que foram distribuidos pelos aventureiros nas cidades encrustadas na árida região, recortadas por estradas de areia fofa.

Nesses caminhos conhecemos a parte menos visitada do pantanal, a área pertencente ao estado do Mato Grosso. O diretor de prova Luiz Anchieta (arquiteto) que fez o levantamento do trecho comentou: ” É incrível a constante mudança nas paisagens, a cada quilometro parece que estamos em outro estado do Brasil”.

Sorte nossa que tivemos um início de dia lindo e entramos relaxados na Br-364, estrada federal que liga Cuiabá a Rondonópolis e tem trânsito insano. Caminhões aos milhares, com excesso de peso, fazem manobras arriscadas. Sem um bom alfalto, sem sinalização e fiscalização mostram o porque da carência da população que vive nessas afastadas regiões. A falta de infra-estrutura transparece a cada quilometro.

Chegamos a Rio Verde já bem tarde para o jantar com uma calorosa recepção na praça principal, saudados poe uma queima de fogos e quase três mil pessoas, beneficiadas pela ação social ocorrida à tarde. A recepção dos moradores e o encontro com o prefeito revitalizaram os exploradores, que logo se recolheram para mais uma saída bem cedo rumo ao coração do pantanal, em busca de novas paisagens e dos animais exóticos habitantes da área.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Fé, natureza, cultura e diversão em Santa Catarina ( Turismo - Vera Tabach )

:: Avião sai de Natal para São Paulo, mas faz pouso forçado por causa de briga de casal ( Turismo - Wallace Moura )

:: O Rio Grande do Norte ganha revista de Turismo e Cultura ( Turismo - Wallace Moura )

:: Empresário potiguar leva Brasileiros aos Estados Unidos ( Turismo - Wallace Moura )

:: Tucupi no Tacacá - ou a cultura nas viagens ( Turismo - Elisabeth Camilo )

:: Conhecendo a reserva dos índios Cherokkes, na Carolina do Norte, Estados Unidos. ( Turismo - Wallace Moura )

:: As caras e as cores de São Paulo ( Turismo - Fabiana Barros )

:: A Graça tem mesmo graça ( Turismo - Mauro Moura )

:: 20ª FENADOCE ( Turismo - Magali Cunha )

:: Europa está no Sul do Brasil ( Turismo - Luisa Lessa )

:: Aveiro: a Veneza de Portugal? ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: Pelotas 200 anos, do sal ao açúcar ( Turismo - Magali Cunha )

:: Praia do Cassino ( Turismo - Magali Cunha )

:: A saga dos souvenirs ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: As 7 novas maravilhas do mundo ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: A Casa da Morte de Petrópolis e a dívida perante a história dessa cidade ( Turismo - Diego Grossi )

:: A Brasília dos brasileiros ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: Tornando Curitiba mais quente ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: Belém do Pará e as praias de rios ( Turismo - Elisabeth Camilo )

:: Ceará de encher os olhos e prender o coração ( Turismo - Liana Herculano )