-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Turismo
 
Mauro Moura

[ Mauro Moura ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Produtor Cultural

 

Quem não foi perdeu! - Itabira

Já virou costume aqui em Itabira uma grande maioria de pessoas reclamarem que não se tem nada para fazer nos finais de semana, triste imaginar isto.

Uma cidade de bom porte, com toda uma infra-estrutura necessária e a maioria dos habitantes é composta de jovens que, grosso modo, à noite ficam na porta das lanchonetes azucrinando os demais freqüentadores e transeuntes que não suportam aqueles automóveis com toda a parafernália de sonorização e portas abertas com o volume ao máximo e uma música medíocre.

Neste mês de outubro tivemos uma programação bem diversificada e em especial a Semana de Drummond que se encerra no dia 31 com o lançamento do livro ”Querida Favita: Cartas Inéditas”, das cartas trocadas entre o poeta Carlos Drummond de Andrade e sua sobrinha Flávia Andrade Goulart e após apresentação musical com Marcos Vinícius dos Santos Bento e Suely de Oliveira Maciel com voz e Carlos Alberto de Oliveira, Pity e Alysson Carvalho nos violões em concerto na Fazenda do Pontal.

Com todo o esforço empreendido pelos organizadores neste mês nas festividades do aniversário de Itabira, a programação da Semana de Drummond e como complemento a programação do Cultura em Rede, quase toda gratuita em espaços públicos e a comunidade simplesmente não comparece.

No dia vinte e sete à noite, último sábado, estando a grande maioria da população envolvida em assistir novelas, melodramas baratos e de qualidade cênica abaixo da crítica, a grande maioria da comunidade da região central de Itabira não compareceu no cortejo realizado no Noturno para Drummond.

Algumas pessoas dizem que não foram porque não foi divulgado, mas são incapazes de procurarem a agenda de eventos e estudarem a programação para definirem em qual delas irá participar.

Outro aspecto interessante é a divulgação espontânea com um texto de apresentação e não somente uma simples agenda de eventos e que nem é atualizada diariamente. Estas apresentações veicularam somente no Diário de Itabira do dia vinte e seis e no sítio LESTEMAIS, transparecendo que só vale a pena ser divulgado se for pago (e muito bem por sinal), principalmente quando se trata de eventos realizados ou patrocinados pela Prefeitura Municipal de Itabira e da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade.

O Noturno para Drummond teve abertura no Paredão da Rua Tiradentes com execução da Banda Santa Cecília, seguida do Coral da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade e da Banda Lira de Fátima, após em cortejo fomos à Catedral para apreciarmos o belíssimo concerto da Orquestra Sinfônica Jovem do Palácio das Artes. Encerrando esta maravilhosa programação, tivemos declamação e sarau poético da Cia. Itabirana de Teatro e dos Drummonzinhos nas sacadas da Casa de Drummond e do Museu de Itabira, complementada com a seresta do Grupo Itabira em Serenata em justa homenagem ao grande poeta e isto tudo sem os costumeiros atrasos.

Haja fôlego para tanta coisa bacana, sem contar que o tempo colaborou e não choveu.
Noturno para Drummond foi uma realização da AMACENTRO em parceria com a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade.
Pois bem, quem não foi perdeu!

                     =+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=

                        Carlos Drummond de Andrade
                                                                                               por: Manuel Bandeira

Louvo o Padre, louvo o Filho,
O Espírito Santo louvo.
Isto feito, louvo aquele
Que ora chega aos sessent&39;anos
E no meio de seus pares
Prima pela qualidade:
O poeta lúcido e límpido
Que é Carlos Drummond de Andrade.
Prima em Alguma Poesia,
Prima no Brejo das Almas
Prima em Rosa do Povo,
No Sentimento do Mundo.
(Lírico ou participante,
Sempre é poeta de verdade
Esse homem lépido e limpo
Que é Carlos Drummond de Andrade).

Como é o fazendeiro do ar,
O obscuro enigma dos astros
Intui, capta em claro enigma.
Claro, alto e raro. De resto
Ponteia em viola de bolso
Inteiramente à vontade
O poeta diverso e múltiplo
Que é Carlos Drummond de Andrade.
Louvo o Padre, o Filho, o Espírito
Santo, e após outra Trindade
Louvo: o homem, o poeta, o amigo
Que é Carlos Drummond de Andrade.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Aruba, um pedaço do Caribe ( Turismo - Jorge Azevedo )

:: Fé, natureza, cultura e diversão em Santa Catarina ( Turismo - Vera Tabach )

:: Avião sai de Natal para São Paulo, mas faz pouso forçado por causa de briga de casal ( Turismo - Wallace Moura )

:: O Rio Grande do Norte ganha revista de Turismo e Cultura ( Turismo - Wallace Moura )

:: Empresário potiguar leva Brasileiros aos Estados Unidos ( Turismo - Wallace Moura )

:: Tucupi no Tacacá - ou a cultura nas viagens ( Turismo - Elisabeth Camilo )

:: Conhecendo a reserva dos índios Cherokkes, na Carolina do Norte, Estados Unidos. ( Turismo - Wallace Moura )

:: As caras e as cores de São Paulo ( Turismo - Fabiana Barros )

:: A Graça tem mesmo graça ( Turismo - Mauro Moura )

:: 20ª FENADOCE ( Turismo - Magali Cunha )

:: Europa está no Sul do Brasil ( Turismo - Luisa Lessa )

:: Aveiro: a Veneza de Portugal? ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: Pelotas 200 anos, do sal ao açúcar ( Turismo - Magali Cunha )

:: Praia do Cassino ( Turismo - Magali Cunha )

:: A saga dos souvenirs ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: As 7 novas maravilhas do mundo ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: A Casa da Morte de Petrópolis e a dívida perante a história dessa cidade ( Turismo - Diego Grossi )

:: A Brasília dos brasileiros ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: Tornando Curitiba mais quente ( Turismo - Patrícia Cozer )

:: Belém do Pará e as praias de rios ( Turismo - Elisabeth Camilo )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo