-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Terceira Idade
 
Isabel Vargas

[ Isabel Vargas ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Professora, advogada, aposentada do serviço público. Atualmente escreve crônicas para jornal local bem como sobre máterias relacionadas à profissão.

 

Envelhecer sem Temor

O Brasil em 1970 era um país de jovens. Hoje, com o envelhecimento da população e a limitação do número de filhos, principalmente nas classes média e alta, somos um país com um número grande de idosos. É um contingente que cresce no mundo todo.É um novo filão para ser explorado pela propaganda, marketing, turismo, enfim por vários segmentos da economia.

            A expectativa de vida aumentou nas últimas décadas. O avanço da medicina, das pesquisas, da tecnologia contribuiu para isto.

            O incremento das atividades de lazer, cultural e esportivo possibilita uma vida mais ativa, mais prazerosa, menos sedentária e isolada para o idoso.

            O Estatuto do Idoso, que data de 2003, disciplinou certos direitos que visam maior inserção dos mesmos na sociedade, evitando que permaneçam discriminados, isolados, até por questão cultural do ocidente, por falta de valorização do saber acumulado, da experiência, do exemplo, uma vez que os velhos, idosos ou sexagenários, independe de como denominá-los eram considerados inúteis, posto que não estavam mais inseridos nos meios de produção.

            Isto mudou. Muitas famílias hoje são sustentadas pelos rendimentos dos idosos.

            Vale ressaltar que o capítulo V,art.20 da Lei 10.741,Estatuto do Idoso, garante aos mesmos o direito à educação,cultura,esporte,lazer,diversões,espetáculos,produtos e serviços que respeitem sua peculiar condição de idade.

            No que se refere à educação esta lhes é garantida com adequação de currículos,metodologia e material didático.

            No ensino formal serão inseridos conteúdos voltados ao processo de envelhecimento,ao respeito e à valorização do idoso,como meio de eliminação do preconceito.

            Independente do que a lei possa garantir,é fundamental a atitude da própria família para com o idoso,o tratamento e a atenção que lhes dispensam. O cuidado no aspecto afetivo e emocional é importantíssimo.Sentir-se perfeitamente inserido e adaptado no contexto familiar é de suma importância para a manutenção da saúde emocional e física, em decorrência.

            O avanço da idade não é sinônimo de inutilidade.Com os cuidados que são possibilitados hoje, com a medicina preventiva, as pessoas chegam às idades mais avançadas com muita vitalidade, em plena forma, praticando atividades físicas, competindo trabalhando estudando empreendendo novas atividades , perfeitamente inseridos no contexto social e comunitário,praticando atividades de voluntariado, auxiliando os menos favorecidos e servindo de exemplo para as gerações mais novas.

            Segundo dados da revista já citada acima, o Brasil tem hoje 14,5 milhões de pessoas com mais de 60 anos. Daqui a 20 anos será o sexto país com maior número de idosos.Segundo previsões da ONU,daqui a dois anos o mundo terá mais sexagenários que crianças.

            Logo, não tem sentido nem é razoável discriminar esta grande parcela da sociedade,vale, isto sim, investir nela, afinal como diz César Souza, autor de sucesso,”Sonhos não envelhecem e sempre é tempo de iniciar um novo script.”





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: A dança na qualidade de vida dos idosos ( Terceira Idade - Luisa Lessa )

:: Importância da dança na vida do idoso ( Terceira Idade - Luisa Lessa )

:: A caminhada do envelhecer... ( Terceira Idade - Abilio Machado )

:: Peso morto ( Terceira Idade - Nylton Batista )

:: Educação e Terceira Idade ( Terceira Idade - Isabel Vargas )

:: Escondidos ( Terceira Idade - Isabel Vargas )

:: Para envelhecer lindamente exige-se sabedoria ( Terceira Idade - Sílvia Sena )

:: Viúvas, alvo da Previdência ( Terceira Idade - Nylton Batista )

:: Sabedoria ( Terceira Idade - Sílvia Sena )

:: Netos velhos e avós jovens ( Terceira Idade - Sílvia Sena )

:: O idoso e a visão oriental da saúde ( Terceira Idade - Márcia Vizentini )

:: Comportamento Humano ( Terceira Idade - Fabiana Cruz )

:: A Descoberta ( Terceira Idade - Sílvia Sena )

:: Regalias na terceira idade: É justo? ( Terceira Idade - Jorge Azevedo )

:: A idade certa para amar ( Terceira Idade - Jorge Azevedo )

:: Idosos internautas ( Terceira Idade - Sílvia Sena )

:: Idosos e Asilos.......Que Saudade Vovó! ( Terceira Idade - Sílvia Sena )

:: Baile da Melhor Idade ( Terceira Idade - Sílvia Sena )

:: Liberdade para envelhecer ( Terceira Idade - Nylton Batista )

:: A melhor Idade ( Terceira Idade - Sílvia Sena )
 
 
LiveZilla Live Chat Software

 


   



Site administrado pela

Biblioteca ||  Classificados
Sala de Bate Papo