-- Animais & Cia
-- Atualidades
-- Cidades
-- Ciências e Tecnologia
-- Coluna Social
-- Crônicas e Poesias
-- Educacao
-- Empresarial
-- Entretenimento
-- Esportes
-- História e Literatura
-- Humor
-- Informática
-- Internacional
-- Jovens
-- Justiça & Direito
-- Meio Ambiente
-- Pais e Filhos
-- Política
-- Religião Cristã
-- Religião Outras
-- Sexo
-- Terceira Idade
-- Turismo
-- Vida e Saúde
-- X Diversos
.

 
 

Você está em Religião Cristã
 
Alessandro Mendonça

[ Alessandro Mendonça ]   Veja o Perfil Completo deste Colunista
Formado em Teologia pela Faculdade Teológica Batista Nacional (DF) em 1997 e ordenado Pastor batista em 1998.

 

O homem que quis matar a verdade

O relato bíblico da morte de João Batista pouco fala do morto em questão. O foco está nos três personagens e suas macabras tramas que, por fim, levaram à decapitação do profeta. E essas três personagens (Herodes, Herodias e Salomé) e sua relação com João Batista, a meu ver, tipificam três categorias de pessoas e sua relação com Cristo. Se você é um pregador da Verdade, a exemplo de João, com certeza vai identificar esses três tipos de pessoas orbitando ao seu redor. Pois a verdade tem um poder de atração tremendo: atrai aos que a amam (para segui-la) e aos que a odeiam (para silenciá-la). Mas, se você não é como João Batista, cuide para que não esteja entre os que se assemelham aos seus assassinos!

HERODIAS, a “Inimiga da Verdade” – Herodias, filha de um meio-irmão do rei, casara-se com outro meio-irmão, tornando-se cunhada-sobrinha de Herodes. Posteriormente Herodes separou-se da mulher e a tomou por esposa. Essa relação era condenada com veemência por João Batista e Herodias o odiava por isso. Para mim, Herodias é o modelo daqueles que se incomodam com a Verdade não apenas ao ponto de fazerem calar a Verdade, mas de exterminá-la por completo. São aquelas pessoas astutas e ardilosas. Que tramam às escondidas. Herodias foi a “mentora intelectual” do crime, atuando apenas e tão somente nos bastidores: não puxou o gatilho, não cortou a cabeça do Profeta; nem sequer ‘mandou cortar’. E também não foi ela que pediu à Herodes, nem tampouco foi ela que desfilou com a cabeça do Batista numa travessa. Herodias é o tipo de pessoa que não suja as mãos de sangue, não deixa suas digitais na cena do crime, mas que ri gostosa e secretamente do infortúnio dos justos.

SALOMÉ, a “Indiferente” – a filha de Herodias, que a tradição chama de Salomé, representa aquela classe de gente que não tá nem aí pra nada. São os “avoados”, os “lesados”, os imbecis que vão na onda do aplauso, que se envolvem em qualquer coisa por qualquer razão. Topam tudo e nunca medem as conseqüências. Salomé dança sensualmente num banquete de aniversário cheio de homens poderosos. Após sua dança, recebe de Herodes uma oferta espetacular: Peça-me o que quiseres, até metade do meu reino, e eu te darei. E o que Salomé faz? Vai atrás da mamãe pedir conselho. Salomé é apenas um instrumento. Nada mais. Não sabe decidir sozinha nem mesmo quando uma oportunidade tão grande se lhe apresenta. Primeiro ela é um instrumento de diversão. Depois é usada pela mãe como instrumento de vingança. Nada faz por si própria. Não expressa sua opinião, não se incomoda de pedir um assassinato e nem de carregar a cabeça de um defunto num prato. Conheço muita gente assim. Eles não são contra o Evangelho, não odeiam a Verdade, mas também não são a favor. Simplesmente não se envolvem. Dão de ombros e continuam suas baladas. Parecem até inofensivos. Mas, um dia, a mando do seu inimigo, pedem a sua cabeça num prato. E depois voltam à sua vidinha até que surja outra coisa excitante pra fazer: outra festa, outro assassinato... qualquer coisa.

HERODES, o “Incomodado com a Verdade” – O tipo que Herodes representa é o mais comum. Herodes é o cara que sabe que está fazendo algo errado, mas não abandona o mal. Ele mantém uma relação ambígua com João: se incomoda com suas censuras, mas ouve seus conselhos e até segue alguns (“... e fazia muitas coisas o atendendo, e o ouvia de boa mente” – Mc 6:20). Herodes teme a João e o considera “justo e santo” (v.20), mas o mantém preso e amarrado por quase um ano inteiro. Não queria vê-lo morto, mas também não queria vê-lo solto. Se entristece profundamente quando ouve o pedido de Salomé para decapitá-lo, mas mesmo assim decapita-o! Herodes é o representante perfeito da maioria das pessoas em sua relação com o Evangelho: gostam de ouvir, mas não gostam de serem corrigidas; guardam a verdade em algum lugar secreto de seus corações assim como Herodes mantinha João numa masmorra e de vez em quando o visitava. Herodes não era nem quente, nem frio. Era morno. Do tipo de gente que causa ânsia de vômito em Deus (Ap 3.16).

E você? A que grupo pertence? É fácil descobrir. Basta verificar qual a sua relação com a Verdade do Evangelho. Se você é um defensor dela, você identificará pessoas como Herodes, Herodias e Salomé à sua volta. Mas, se você está mais pro lado de Herodes, ainda posso lhe dar uma palavra de esperança: mesmo depois de matar João Batista, Herodes teve uma segunda chance. Ficou face a face com o Messias. Após ser preso, Jesus lhe fora enviado por Pilatos para ser julgado. Herodes admirava Jesus e queria muito conhecê-lo, mas depois de interrogá-lo e de lhe pedir algum sinal miraculoso, Herodes “... desprezou-o e, escarnecendo dele, vestiu-o de uma roupa resplandecente e tornou a enviá-lo a Pilatos” (Lucas 23:11). Se você já tiver ‘matado’ a Verdade uma vez, quando tiver uma segunda oportunidade, não cometa o mesmo erro de Herodes. Uma terceira chance é algo muito raro.





Você gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos:

 
Facebook
Twitter: Google+

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
s
s
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O botão de comentário acima irá acionar o colunista para te postar uma resposta sobre o comentário. Ou, se preferir, comente usando seu perfil do Facebook:




:: Filhos orientados para a fé ( Religião Cristã - Carlo Dionei )

:: Importa antes obedecer à Deus ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Perigosas polêmicas religiosas ( Religião Cristã - Ruy Matos )

:: Lidando com reclamações ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: O missionário viável - alguém que torna a vida melhor onde quer que esteja ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: As verdades sobre a Videira ( Religião Cristã - Linaldo Lima )

:: A Verdade Está Com Os Símplices ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: A vida que somente Ele dá ( Religião Cristã - Linaldo Lima )

:: A Triade da Graça ( Religião Cristã - Linaldo Lima )

:: O Sucesso é... Ser Um Escolhido! ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Milagres ( Religião Cristã - Carlo Dionei )

:: Um deus a serviço de Deus ( Religião Cristã - Linaldo Lima )

:: O Fator Efraim ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Carta aos Cristãos do Mundo Inteiro ( Religião Cristã - Mizael Souza )

:: Eita povo ruim de morrer ( Religião Cristã - Linaldo Lima )

:: Lições aprendidas com Zaqueu ( Religião Cristã - Linaldo Lima )

:: Sinais ou Circunstâncias - O que guia sua fé? ( Religião Cristã - Alessandro Mendonça )

:: Cristofobia é homofobia ( Religião Cristã - Ruy Matos )

:: Ataques gratuitos aos evangélicos ( Religião Cristã - Ruy Matos )

:: A Igreja verdadeira ( Religião Cristã - Ruy Matos )